Caso Flordelis: psicólogo depõe sobre violência doméstica no 5º dia de julgamento; defesa libera três testemunhas

O quinto dia de julamento da ex-deputada e pastora Flordelis dos Santos de Souza, três filhos e uma neta começou com o depoimento do psicólogo forense Sidnei Filho. Ele foi convocado pela defesa para fazer uma exposição sobre violência doméstica. Em vídeo divulgado com exclusividade pelo GLOBO no último domingo, Flordelis alega que foi agredida pelo marido, assassinado a tiros em 16 de junho de 2019. Ela alega ainda ter sofrido abusos sexuais, alegações refutadas pelo Ministério Público e assistente de acusação.

Ainda sem resultado: Quinto dia de juri terá testemunhas de defesa e julgamento vai se estender no fim de semana

Testemunha de defesa: Perito de defesa que atuou em julgamento de Jairinho e Matsunaga aponta supostos erros em laudos da morte de pastor

Diante de um questionamento da defesa sobre os tipos de violência existentes, a juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce interveio, indagando a pertinência da pergunta para o processo. Janira Rocha, advogada de Flordelis, alegou que a indagação era importante para a tese da defesa dos réus.

— Vamos analisar o ambiente familiar onde ocorriam violências diversas — afirmou Janira.

‘Me perdoa, sou inocente. Estou muito envergonhada’, Flordelis chora e deixa julgamento durante depoimento de Siro Darlan

Além dele, ainda faltam ser ouvidas outras seis testemunhas convocadas pelos advogados dos réus. Os advogados abriram mão de três delas.

Também deve ser ouvido o médico Hewdy Lobo Ribeiro. Para o psiquiatra,Flordelis relatou os supostos abusos cometido pelo pastor Anderson do Carmo. Junto com uma psicóloga, ele entrevistou a ex-parlamentar em 27 de abril deste ano e elaborou um laudo anexado pela defesa ao processo. No documento, Lobo aborda assuntos como as histórias sobre a adoção de crianças — Flordelis diz ter 52 filhos, entre afetivos, adotivos e biológicos — e a relação dela com o marido.

'Parece conversa de comadres', diz promotora sobre depoimento de primeira testemunha de defesa

A expectativa é de que o júri se estenda pelo fim de semana. Após serem ouvidas todas as testemunhas de defesa, os réus serão interrogados. Em seguida, se iniciam os debates entre acusação e defesa e só então os jurados se reúnem para votar e decidir se os réus são culpados ou inocentes.

A juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, do Tribunal do Júri de Niterói, negou pedido feito pela defesa de Flordelis para que o corpo do pastor Anderson fosse exumado. Os advogados fizeram a solicitação em razão da acusação de que os acusados tentaram matar a vítima por envenenamento. Dois laudos feitos pela Polícia Civil e Ministério Público apontam a possibilidade de isso ter ocorrido, mas não conseguem atestar que a vítima tenha sido, de fato, envenenada.

Caso Flordelis: 'Só aconteceu porque ela permitiu que acontecesse', diz filha adotiva da pastora sobre morte

De acordo com uma das advogadas de Flordelis, Janira Rocha, esse pedido já tinha sido feito pelos antigos advogados que defendiam Flordelis, mas também foi negado pela magistrada. Na quinta-feira, durante o quarto dia de julgamento, o perito Sami El Jundi, indicado pela defesa, questionou os laudos da investigação, contestando que os envenenamentos tenham ocorrido.

'Ele morreu!', gritaram membros da família comemorando na noite do assassinato do pastor Anderson

Caso Flordelis: pastor morto entrou como filho da ex-deputada na casa da família, dizem testemunhas

Morte de pastor: veja os principais pontos do depoimento de cada testemunha nos primeiros dias do julgamento

Desavenças em casa: ‘A desigualdade apareceu na nossa família quando o dinheiro entrou’, relata filha afetiva de Flordelis

Julgamento: Nora da pastora diz que Anderson descobriu plano para envenená-lo em cena digna dos 'Trapalhões'

Casa dividida: 'Tinha privilégios para um grupo e outros não. Eram facções', diz policial durante julgamento

Trama Familiar: relembre quem são os acusados de envolvimento no plano para matar o pastor Anderson

Primeiro dia de julgamento: Flordelis chora ao ver parentes no tribunal para julgamento

Caso Flordelis: investigações revelaram rituais com sexo, relacionamento entre irmãos, envenenamento e brigas por dinheiro

Julgamento de Flordelis: Delegada diz que pastora não relatou agressões sexuais em depoimentos e que casamento 'era aberto'