Caso Gabby Petito: após morte de blogueira nos EUA, autoridades querem saber se noivo está vivo

·1 minuto de leitura

Os trabalhos para elucidar a morte da blogueira Gabbi Petito continuam. A jovem estava desaparecida desde agosto. Seus restos mortais foram encontrados em um acampamento perto do Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming, nos EUA. A informação foi confirmada por autoridades americanas na última terça-feira. Agora, agentes trabalham com a possibilidade de o noivo da jovem, Brian Laundrie, de 23 anos, não esteja vivo. As informações são do "TMZ".

"Promotores federais estão agora em um jogo de espera, em grande parte porque não sabem se Laundrie ainda está vivo", consta de um trecho da reportagem do veículo, que acrescenta que fontes policiais informaram que Laundrie é tratado como suspeito, apesar de, oficialmente, ter sido enquadrado, no caso, como "pessoa de interesse" para a elucidação.

Laundrie foi visto pela última vez no dia 14 de setembro, quando saiu da casa dos pais em North Port, Florida, avisando que faria uma caminhada. Ele não é acusado da morte de Gabby, mas, segundo o FBI, estaria ocultando informações importantes sobre o caso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos