Caso Madeleine: investigadores descobrem novas pistas 'chocantes' contra suspeito

·2 min de leitura
Caso Madeleine: Madeleine McCann tinha três anos quando desapareceu de um apartamento na Praia da Luz, no Algarve ,na noite de 3 de maio de 2007. (Foto: Reprodução)
Caso Madeleine: Madeleine McCann tinha três anos quando desapareceu de um apartamento na Praia da Luz, no Algarve ,na noite de 3 de maio de 2007. (Foto: Reprodução)
  • Caso Madeleine: novas provas "chocantes" incriminam o alemão Christian Brueckner;

  • Apesar de preso, suspeito ainda não foi acusado formalmente pelo crime;

  • Desaparecimento da menina irá completar 15 anos em maio, e segue sem solução;

Investigadores à frente do caso do desaparecimento da garota Madeleine McCann dizem ter descoberto "evidências chocantes que incriminam fortemente" o alemão Christian Brueckner, no início da tarde desta terça-feira (18).

A menina tinha apenas três anos quando desapareceu na Praia da Luz de Portugal, durante as férias de sua família no ano de 2007, enquanto os pais jantavam em um restaurante de tapas próximo ao dormitório onde ela estava.

Uma equipe que trabalha para o canal de TV alemão Sat.1 entregou algumas provas aos profissionais envolvidos que investigam o rapaz pelo crime.

Em meados de 2020, a polícia afirmou ter provas de que a garota estava morta, e apontou Brueckner como único suspeito do caso, o qual nega qualquer envolvimento. No entanto, apesar do nome do suspeito ter sido há quase dois anos, ele ainda não foi formalmente acusado.

O canal afirma que na coletânea há indícios de que o suspeito estava perto do local quando Madeleine desapareceu.

Christian B, que está preso na Alemanha, apontado como o principal suspeito no caso do desaparecimento de Madeleine McCann. (Foto: Divulgação)
Christian B, que está preso na Alemanha, apontado como o principal suspeito no caso do desaparecimento de Madeleine McCann. (Foto: Divulgação)

No entanto, as demais pistas serão reveladas apenas em um documentário que será exibido em horário nobre, mas que ainda não possui data de estreia.

"A triste história de Madeleine McCann é um caso que possui muitas faces", disse a editora-chefe da Sat.1, Juliane Ebling.

Vale ressaltar que o caso está sendo julgado no Tribunal Regional de Braunschweig, na Alemanha, país natal de Brueckner.

Nas redes sociais, diversas pessoas repercutiram a notícia.

"Novas pistas? De novo? Quantas outras crianças não desapareceram e ficaram completamente esquecidas? Por pior que seja, o que existe de tão especial nesse caso?", disse um.

"O caso do desaparecimento da Madeleine McCann tem tantos furos, tanta irresponsabilidade da parte da polícia que só por Deus. Dá nervoso", escreveu outra.

"Ainda existem notícias do caso Madeleine McCann porque gera audiência. Eles se alimentam da dor e do sofrimento dos outros", opinou uma terceira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos