Casos confirmados de coronavírus no Brasil chegam a 428; mortes sobem para 4

Por Gabriel Araujo
Mulher utiliza máscara de proteção contra coronavírus no hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, onde já houve morte por coronavírus

Por Gabriel Araujo

SÃO PAULO (Reuters) - O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil chegou a 428 nesta quarta-feira, aumento de 137 em relação à véspera, de acordo com uma plataforma online do Ministério da Saúde para contagem dos registros.

São Paulo continua sendo o Estado com maior número de infecções confirmadas, 240, crescimento de 76 na comparação com terça-feira. O Rio de Janeiro vem a seguir, com 45 casos. [nL1N2BB29T]

O ministério contabiliza ainda quatro mortes em decorrência do coronavírus, todas em São Paulo. A primeira delas foi revelada na terça-feira, e a Secretaria de Saúde paulista atualizou o número com mais três óbitos no início da noite desta quarta-feira. [nL1N2BB34K]

No Brasil, 16 Estados e o Distrito Federal já registraram casos confirmados da doença. Os municípios de São Paulo e Rio de Janeiro possuem ocorrências de transmissão comunitária.

Enquanto isso, os casos suspeitos da doença chegaram a 11.278, ante 8.819 verificados na véspera, quando houve um salto de mais de 300% por causa de uma alteração nos mecanismos de contagem do ministério, que passaram a ser automatizados. [nL1N2BA24Q]

A maior parte dos suspeitos, 5.334, também está em São Paulo.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou em entrevista coletiva na terça-feira esperar que o país atinja o pico da doença entre abril e junho, prevendo de 60 a 90 dias de "muito estresse", antes de o surto perder fôlego até outubro. [nL1N2BA2RE]

No mundo, o coronavírus já infectou cerca de 180 mil pessoas, matando perto de 7.500, ainda segundo dados do ministério.


(Edição de José de Castro)