Casos de covid-19 nos EUA atingem novo platô com a variante Delta

·2 minuto de leitura
Um painel com o logotipo dos Centros para Controle e Prevenção de Doenças em Atlanta, Geórgia.

Depois de cair rapidamente por dois meses, a taxa de infecções por covid-19 nos Estados Unidos se estabilizou desde meados de junho devido a picos de novos casos em regiões com baixas taxas de vacinação no país.

Isso ocorre enquanto a variante Delta, altamente contagiosa, continua ganhando força, agora respondendo por 35,6% dos casos sequenciados nas últimas duas semanas, de acordo com o rastreador covSpectrum.

As autoridades disseram que ela está prestes a se tornar a cepa dominante no país.

A média de sete dias de novos casos diários é de cerca de 11.500 desde 16 de junho, segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), ou cerca de 3,5 para cada 100.000 pessoas.

Uma divisão clara surgiu em todo o país, com casos aumentando rapidamente em comunidades com baixas taxas de vacinação.

Por exemplo, a cidade de Springfield, no estado de Missouri, no centro-oeste do país, está experimentando um aumento de 36,8 novos casos a cada 100.000, e apenas 35% de sua população está vacinada com uma ou mais doses, conforme demonstrado por um quadro atualizado pela Covid ActNow.

Por outro lado, em Burlington, no estado de Vermont, no nordeste, há apenas 0,9 novos casos por 100.000, e 71% de sua população está vacinada com uma ou mais doses.

Nacionalmente, 54% dos 332 milhões de pessoas nos Estados Unidos receberam uma ou mais doses, enquanto 46,1% receberam duas doses, de acordo com os CDC.

A campanha nacional de imunização atingiu o pico em meados de abril, mas tem perdido fôlego desde então, com grande indecisão nos estados com tendência republicana e com maiores taxas de inoculação naqueles que votam esmagadoramente nos democratas.

Os casos caíram drasticamente em todo o país de meados de abril ao início de junho, um período que coincidiu com o clima da primavera e o aumento das atividades ao ar livre.

No entanto, o calor do verão levou mais pessoas a espaços fechados, onde as doenças respiratórias transmitidas pelo ar estão se espalhando.

O ar condicionado ajuda a secar o ar e a criar condições mais favoráveis para a propagação do vírus.

Tudo isso representa um perigo para as pessoas que ainda não foram vacinadas, que estão mais expostas do que nunca à variante Delta, altamente contagiosa.

De acordo com uma pesquisa realizada no Reino Unido, a vacina Pfizer-BioNTech é 88% eficaz na proteção contra a variante Delta sintomática, mas apenas 33% após uma dose.

ia/st/mps/dga/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos