Casos de Covid permanecem em queda no estado do Rio

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Panorama Covid-19, da Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, mostra que os indicadores precoces da doença estão em queda. Divulgada nesta sexta-feira (29), a análise considera os dados registrados na semana de 18 a 24 de julho.

A exceção foi o número de atendimentos a casos de síndrome gripal nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da rede estadual, que apresentou um aumento de 6% em relação à última semana. O número, porém, indica estabilidade, uma vez que na semana anterior houve queda de 39%. As informações são da Agência Brasil.

“Os dados de atendimentos em UPAs tiveram um discreto aumento, mas compatível com esse período de inverno", disse o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe. Ele pediu que a população continue procurando os postos de saúde para completar o esquema vacinal.

Nesta semana, a pasta comandada por Chieppe recomendou a aplicação da segunda dose de reforço para todas as pessoas com 18 anos ou mais.

As taxas de positividade de antígeno e RT-PCR mantiveram a tendência de baixa.

Entre os dias 18 e 24 de julho, foram realizados em média 5 mil testes de antígeno por dia, com 13% de positividade. Para o método RT-PCR, a taxa ficou em 10,2% --são analisados em média 550 exames por dia.

As solicitações de leitos para tratamento da Covid também seguem em queda, com uma média de 11 pedidos por dia, sendo 7 para UTI e 4 para enfermaria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos