Casos de coronavírus no Brasil em 8 de maio

Campo Grande é o bairro do Rio de Janeiro com mais notificações de aglomerações durante a quarentena e o segundo com mais mortes por causa de Covid-19 (Bruna Prado/Getty Images)

O Ministério da Saúde atualizou para 9.897 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil nesta sexta (8). Ao todo, também foram confirmados 145.328 casos da Covid-19 no país. Até quinta (7) eram 9.146 mortes e 135.106 casos.

Principais notícias sobre coronavírus no Brasil

Governo de São Paulo prorroga quarentena até dia 31 de maio

O governo de São Paulo decidiu estender o período de quarentena no estado até o dia 31 de maio, devido à pandemia do novo coronavírus. O anúncio da prorrogação foi feito pelo governador João Doria (PSDB) na coletiva de imprensa desta sexta (8), no Palácio dos Bandeirantes. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Quarentenas feitas no Brasil ainda não foram suficientes

As medidas de distanciamento físico para combater a pandemia no Brasil tiveram algum efeito mas ainda não foram suficientes para controlar a transmissão do novo coronavírus no país, mostra um estudo divulgado nesta sexta (8) pelo Imperial College. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Pela 1ª vez, Rio ultrapassa São Paulo e tem o maior número de mortes em 24 horas

Pela primeira vez desde o início da pandemia do novo coronavírus, o estado do Rio de Janeiro ultrapassou São Paulo e teve o maior número de mortes do Brasil em 24 horas. Foram 189 novas mortes confirmadas em um único dia, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Já São Paulo teve 161 mortes no mesmo período. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Principais notícias sobre coronavírus no mundo

Milão é 'como uma bomba', alerta importante virologista sobre desconfinamento

A cidade de Milão, capital econômica da Itália, "é como uma bomba" devido à grande quantidade de pessoas infectadas que circulam, correndo o risco de uma nova onda de contágios do coronavírus, alertou nesta sexta-feira (8) o conhecido virologista Massimo Galli. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Primeiro epicentro do coronavírus, China reabre cinemas, museus e outros locais de lazer

A China deu sinal verde nesta sexta-feira (8) para a reabertura de cinemas, locais de esporte, teatros e outros lugares de entretenimento, tomando precauções contra a COVID-19, segundo uma diretiva governamental. O país foi o primeiro epicentro da pandemia do novo coronavírus. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Um mundo confinado e em crise recorda o fim da Segunda Guerra Mundial

A pandemia provocou uma "onda de ódio e xenofobia", denunciou a ONU nesta sexta-feira (8), enquanto os países ocidentais celebram o 75º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial de forma discreta, devido ao confinamento imposto pelo coronavírus. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.