Cientistas detectam híbrido de 2 pragas que ameaça cultivos em todo o planeta

Sydney (Austrália), 6 abr (EFE).- Cientistas australianos confirmaram o surgimento de um híbrido de dois vermes responsáveis pelas principais pragas do mundo em uma nova espécie fortalecida, informaram nesta sexta-feira fontes científicas.

Uma das pragas é a lagarta de cápsulas de algodão, que afeta uma centena de cultivos na Europa, Ásia e África, incluindo o algodão, tomate e soja, de grande mobilidade e que desenvolveu resistência a maioria dos pesticidas.

O outro é o verme do milho, nativo da América, de acordo com um comunicado da agência de pesquisa científica australiana, CSIRO, alertando que a combinação de ambos é um "preocupante" híbrido sem barreiras geográficas.

Os cientistas descobriram que entre o grupo de vermes estudados, cada indivíduo era diferente, sugerindo um "enxame de híbridos" em que várias versões do mesmo poderiam estar presentes na própria população.

O diretor da pesquisa, Craig Anderson, alertou para as consequências que esta nova praga pode ter nas plantações ao redor do mundo, especialmente na América.

"Estimativas recentes indicam que 65% da produção agrícola dos Estados Unidos está em risco de ser afetada pela lagarta de cápsula", afirmou Anderson. EFE