Casos de hepatite aguda em crianças na Europa e nos EUA colocam médicos em alerta

·1 min de leitura

Uma onda de casos de hepatite em crianças tem preocupado as autoridades sanitárias da Europa e dos Estados Unidos. Dezenas de crianças foram diagnosticadas em cinco países com quadros agudos da doença desde o início de abril. A causa ainda é um mistério: nenhum dos cinco vírus de hepatite conhecidos foi encontrado nos exames de sangue.

Sébastian Seibt, da France24

"Muito estranho", "extremamente surpreendente" ou "incomum e preocupante". Estas são as palavras usadas por virologistas e pediatras entrevistados sobre o aparecimento, há quase um mês, de casos de inflamação no fígado de crianças pequenas que, em certos pacientes, levaram à necessidade de um transplante de fígado.

As primeiras infecções ocorreram no início de abril na Escócia. Na sequência, outras crianças foram diagnosticadas em outros locais do Reino Unido. No total, foram registrados cerca de 80 pacientes, com idade entre 22 meses e 13 anos, de acordo com a Agência de Saúde e Segurança do Reino Unido.

Desde então, outros casos de hepatite infantil foram relatados na Espanha, na Dinamarca e na Holanda, conforme informou o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças. Nos Estados Unidos, ao menos nove crianças doentes estão sendo tratadas no estado do Alabama.

Até o momento, os especialistas não sabem qual seria a causa dos casos de hepatite infantil. Os exames não identificaram a presença de nenhum dos vírus de hepatite conhecidos, de A a E.

Hepatite aguda muito rara em crianças

No entanto, nos casos diagnosticados nesta onda “quase todas as crianças tinham fígados muito danificados", diz Will Irving.


Leia mais

Leia também:
Covid-19 poderia afetar irrigação cerebral em casos leves, mostra estudo francês
Covid-19: livre circulação do vírus favorece aparecimento de “híbridos”
Falta de sono na infância poderia afetar resposta imunitária na idade adulta

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos