Castelo de Windsor abre jardins para visitação pela primeira vez em 40 anos

·1 minuto de leitura
Jardineiros cuidam de rosas no Castelo de Windsor durante preparativos para abertura inédita do jardim East Terrace ao público

Por Hanna Rantala

WINDSOR, Inglaterra (Reuters) - O Castelo de Windsor, uma das residências oficiais da rainha britânica Elizabeth, vai abrir seu jardim East Terrace ao público pela primeira vez em mais de 40 anos.

Os visitantes do castelo, onde a rainha passou os últimos meses durante o isolamento no Reino Unido devido à pandemia de coronavírus antes de viajar para a Escócia, poderão conhecer o jardim, criado nos anos 1820, aos finais de semana durante agosto e setembro.

Hoje, o local tem 3.500 roseiras plantadas em torno de uma fonte central. Possui uma história colorida que serviu os gostos de diferentes monarcas ao longo dos séculos.

O jardim foi inicialmente plantado para criar uma vista agradável dos apartamentos da realeza ao longo da fachada oriental do castelo.

"O primeiro jardim construído aqui foi em 1824 durante o reinado de George 4º. Mas antes disso, na Idade Média, seria a trincheira defensiva", disse Richard Williams, curador educacional do Castelo de Windsor.

"Para proteger as muralhas do castelo, Carlos 2º, no século 17, criou este terraço em que estamos e também foi colocado gramado porque ele realmente gostava de jogar boliche", acrescentou.

Os jardins foram posteriormente remodelados pela rainha Victoria e pelo príncipe Albert no século 19, embora o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, seja responsável pela aparência atual do jardim que data de 1971.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos