Castillo e Fujimori empatam em pesquisa a uma semana de eleição no Peru

·1 minuto de leitura
Candidata Keiko Fujimori

Por Marco Aquino

LIMA (Reuters) - O candidato socialista Pedro Castillo caiu em uma pesquisa de intenção de voto contra a candidata de direita Keiko Fujimori e agora ambos estão praticamente empatados, a pouco mais de uma semana para o segundo turno da eleição presidencial no Peru, de acordo com sondagem divulgada nesta sexta-feira.

Castillo, um professor do ensino fundamental pouco conhecido antes das eleições e que busca impor novos impostos ao importante setor de mineração, obteve 41,6% de apoio, segundo a pesquisa Datum Internacional publicada pelo jornal financeiro Gestión, uma queda de 3,3 pontos percentuais em comparação com a pesquisa anterior.

Por sua vez, Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, preso por abusos aos direitos humanos, registrou 41,5%, um avanço de 1,4 ponto percentual, apontou a pesquisa realizada entre 25 e 27 de maio com 1.201 pessoas. A margem de erro é de 2,8 pontos percentuais.

O número de indecisos aumentou ligeiramente, segundo a pesquisa, tornando imprevisível o resultado do segundo turno das eleições em 6 de junho. Entre os entrevistados, 16,9% afirmaram que vão votar em branco, nulo ou que ainda não decidiram em quem votar, contra 15% na pesquisa anterior.

“Há uma mobilidade de voto, mas não significa necessariamente que vá de um candidato a outro, mas sim que há um percentual de pessoas que estão repensando seu voto”, disse a presidente executiva da Datum Internacional, Urpi Torrado, à rádio local RPP.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos