Castro anuncia que forças de segurança do Rio terão prioridade no calendário de vacinação contra Covid-19

Extra
·2 minuto de leitura

As forças de segurança do Rio de Janeiro vão ter prioridade no calendário de vacinação contra a Covid-19 em todo o estado. É o que anunciou o governador em exercício, Cláudio Castro, na manhã desta terça-feira, dia 30. Antes da coletiva marcada para dar informações sobre o lançamento do Calendário Único de Vacinação, no Palácio das Laranjeiras, na Zon Sul, Castro usou o seu perfil no Twitter para informar que agentes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal serão imunizados contra o Coronavírus.

"Vamos proteger aqueles que nos protegem. As forças de segurança do Estado do Rio de Janeiro terão prioridade no calendário de vacinação contra a COVID-19. São profissionais com alta exposição em suas atividades diárias e que colocam suas vidas a serviço da população. Todas os agentes das forças estaduais e federais que atuam no RJ serão incluídos. Imunizá-los é reduzir a vulnerabilidade de quem, pela natureza do trabalho, precisa estar nas ruas e delegacias atendendo ao povo", escreveu na rede social.

Na manhã desta terça-feira, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, falou sobre a possibilidade de ampliar a vacinação para professores e outros profissionais a sem seguir a faixa etária, depois que os idosos acima de 60 anos forem imunizados. Em entrevista ao "Bom Dia, Rio", da TV Globo, Paes explicou que isso será possível em alguns setores essenciais.

"Temos que olhar para pessoas com comorbidade, determinadas atividades e profissionais, os próprios profissionais da saúde, vamos dar uma ampliada agora. A Secretaria de Saúde deve anunciar isso, passar para uma faixa etária mais baixa. Os professores são fundamentais para dar uma tranquilidade nessa volta às aulas, agentes de segurança e de limpeza pública, ou seja, um conjunto de atividades e profissionais que demandam uma vacinação especial", disse o prefeito.