Catástrofe de Brumadinho: Vale é processada nos EUA, acusada de ter enganado investidores

Três anos após o rompimento da barragem que deixou mais de 270 mortos em Brumadinho, em Minas Gerais, a autoridade norte-americano dos mercados financeiros (SEC, na sigla em inglês) lançou um processo na justiça contra a mineradora Vale. A empresa é acusada de ter mentido sobre as condições de segurança de suas instalações e ter causado prejuízo para os investidores.

O rompimento da barragem, que liberou milhões de toneladas de dejetos tóxicos na região, provocando, além das perdas humanas, uma das maiores catástrofes ambientais que o país já conheceu, também teve um impacto financeiro. A Vale, maior produtor de minério de ferro no mundo, perdeu mais de US$ 4 bilhões de seu valor na Bolsa de Valores.

Um grupo foi constituído em 2021 para avaliar as falhas da empresa. Segundo a Securities and Exchange Commission (SEC), a Vale teria manipulado auditorias sobre a segurança da barragem desde 2016. A mineradora teria obtido certificados fraudulentos sobre sua estabilidade e teria induzido ao erro, várias vezes, as autoridades locais, os moradores da região, mas também os investidores.

A questão da veracidade das certificações apresentadas pela mineradora já foi alvo de processos internacionais. Em 2021, a justiça alemã iniciou o julgamento da consultoria alemã TÜV SÜD, acusada de ter falsificado certificados da barragem.

Segundo a autoridade norte-americana, a Vale teria mentido, por exemplo, em seus relatórios sobre o desenvolvimento sustentável, mas também em documentos financeiros, afirmando que respeitava as práticas mais restritas para avaliar a segurança de suas instalações.


Leia mais

Leia também:
Um mês após tragédia, moradores de Brumadinho tentam voltar à vida normal
Imagem do Brasil está em jogo após tragédia de Brumadinho, pensa Les Echos
Dependência brasileira ao minério de ferro é um dos disfuncionamentos que explicam catástrofe ambiental, diz especialista

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos