Catar 2022: Influenciadores dos países classificados são recrutados pela organização para promover conteúdo positivo da anfitriã

Mais de 1.500 torcedores das seleções que estarão na Copa do Mundo do Catar estão sendo recrutados pela organização para cantar na cerimônia de abertura e promover conteúdos positivos nas redes sociais sobre o Mundial e o país sede. De acordo com documentos obtidos pela Associated Press, as pessoas recrutadas serão bancadas pelos organizadores por até duas semanas.

No documento, o programa excluiu “pessoas com filiação política óbvia” e pretende recrutar 30 a 50 torcedores de cada seleção que conseguiram mostrar “seu status de fã".

No show de abertura no estádio Al Bayt, em Doha, as câmeras se concentrarão nos grupos dos torcedores de cada país por vez. O documento recomenda: “Esteja pronto com sua camisa, bandeiras e lenços para torcer e gritar.”

Os torcedores recrutados já estão recebendo os bilhetes aéreos em voos da classe econômica e terão um subsídio diário de 250 riais (R$ 350). Também ficarão hospedados em apartamentos até pelo menos 4 de dezembro. Mas poderão ficar até o fim do torneio, se quiserem. Eles só receberão ingresso para a partida de estreia entre Catar e Equador, no dia 20.

Segundo a AP, o projeto da cerimônia de abertura é uma extensão do plano dos organizadores da Copa do Mundo para escolher “Torcedores líderes” em cada país que são convidados a serem influenciadores de mídia social usando a hashtag “IAMAFAN”.

A recomendação é usar o conteúdo fornecido pelos organizadores do Catar e apoiar a Copa do Mundo “curtindo e compartilhando novamente postagens de terceiros”. O documento também cita que não é um pedido para que os torcedores sejam uma espécie de porta-voz do país, mas afirma que não seria apropriado depreciar o país ou o torneio.

Além disso, os influenciadores tiveram que concordar em “denunciar qualquer comentário ofensivo, degradante ou abusivo” nas mídias sociais ao comitê organizador.

Num comunicado, os organizadores do Catar-2022 disseram que consultaram uma “Rede de Líderes de Torcedores” de mais de 450 pessoas em 59 países para ajudar a melhorar a Copa do Mundo para os visitantes.

“À medida que o torneio se aproxima, convidamos nossos líderes de torcedores mais ativos a nomear pessoalmente uma pequena seleção de torcedores para se juntar a nós como nossos convidados para participar da cerimônia de abertura. É um papel voluntário e não remunerado”, disse o Comitê Supremo do Catar-2022.