Catarinense Mariana Beltrame faz sucesso na moda após participar de desfiles da Chanel

·2 min de leitura

A catarinense Mariana Beltrame viveu, aos 22 anos, um momento ápice para a carreira de toda modelo, quando foi o colírio dos olhos de um dos nomes mais importantes da moda, no mundo: Karl Lagerfield. Mari, na época, se dividiu entre Brasil e França para participar de desfiles da famosa grife Chanel.

“Foi uma ótima experiência trabalhar para a Chanel e o com o Karl, ele é um profissional incrível, super inteligente, humilde e te deixa à vontade. Além disso, todas as pessoas da Chanel são como uma grande família”, diz.

Ela, que foi descoberta aos 12 anos em uma festa da igreja, diz nunca ter imaginado que carregaria na bagagem um currículo tão recheado e satisfatório.

“É uma honra poder fazer parte da história da moda. Nunca imaginei que chegaria ao marco de desfilar para a Chanel por três vezes. Realmente, quando olho para trás consigo enxergar que meu trabalho só se deu graças a muito esforço, e dedicação".

Hoje, aos 26 anos, ela descobriu o caminho para conectar o bem-estar aos seus trabalhos, e está vivendo uma de suas melhores fases com a descoberta da ioga. Em meio a desfiles, e ensaios para revistas como "Vogue" e "Elle", ela também se dedica a dar aulas de yoga, e pratica meditação diariamente.

Na última semana, a topmodel foi a escolhida por Giulliano Puga, Founder e CCO da Labellamafia, para dar as boas-vindas a Alexandre Herchcovitch como Head do Núcleo de Inovação da Labellamafia. O novo setor visa modificar estruturas pré-estabelecidas da moda brasileira, com foco em vestuário, mas não somente. Pretende-se dar novas caras à marca, embarcando em diversas áreas como tecnologia, música, pesquisa e informação, também.

Segundo Giulliano, a escolha se deu pela admiração ao trabalho de Mari, e pela afinidade com a nova proposta de pensar a marca com uma visão de futuro de bem-estar e ruptura de padrões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos