Cauã Reymond, Alinne Moraes e Andréia Horta falam dos rumos de 'Um lugar ao sol', que estreia nesta segunda-feira

·6 min de leitura

Como dizem por aí, não podemos mudar o passado e fazer um novo começo. Mas o futuro está em nossas mãos. A escolha do que fazer com uma oportunidade que pode mudar totalmente a vida de alguém é a premissa da nova novela das nove, “Um lugar ao Sol”, que estreia amanhã. Cauã Reymond é o protagonista, na pele de dois irmãos gêmeos, separados quando tinham apenas 1 ano. Enquanto um, Renato, é adotado por uma família abastada e criado cheio de oportunidades que não aproveita, o outro, Christian, vai para um orfanato e só sai de lá aos 18 anos, repleto de sonhos, mas sem as ferramentas para realizá-los.

Após anos em busca de seu gêmeo no Rio de Janeiro, o rapaz pobre crescido em Goiás o reencontra, mas, nesse mesmo dia, o jovem rico é morto por bandidos justamente ao tentar resolver um problema do irmão. Christian, então, acaba decidindo deixar sua antiga vida de lado e assumir a identidade de Renato. Longe das novelas desde “A regra do jogo” (2015), Cauã conta o que esses dois personagens desencadearam nele durante as gravações, que já foram encerradas, e diz evitar julgar as atitudes deles.

— Esses dois irmãos me geraram muita reflexão. Christian é um anti-herói. Tinha momentos em que ele fazia coisas que me deixavam perplexo. Em outros, eu tinha muita compaixão e empatia — recorda Cauã, destacando que o texto de Lícia Manzo, autora da novela, reflete o momento que estamos vivendo no Brasil: — Esse é o maior gol. Questionar até onde você iria para conquistar um sonho e ter a oportunidade que você não teve, para tentar ter uma vida digna. Até onde você se corromperia e se perderia na escolha. Eu fiz uma grande jornada com esse cara e amadureci muito no ofício como ator e como indivíduo.

Ao escolher assumir a vida do irmão, Christian acaba tendo que renunciar ao sentimento por Lara (Andreia Horta), que passa a acreditar que foi ele quem morreu. A personagem se apoia na avó Noca (Marieta Severo), que a criou, para seguir em frente. Ela ainda volta a se envolver com um ex-namorado, interpretado por Danton Mello, mas segue pensando no outro.

— Lara realmente é uma mulher muito corajosa, que quer experimentar e vivenciar o amor. E isso é brutalmente interrompido pela suposta morte de Christian. Ela fica despedaçada, leva muito tempo para se levantar e tem o apoio da avó. Depois, começa a se dar uma chance com uma paixão do passado, mas segue com aquele amor pulsando dela. Quando ela reencontra Christian lá na frente, tem uma coisa de “uau, parece que ele sabe o caminho do meu corpo”. Mas ela fica confusa e acha que está maluca porque aquele homem morreu — adianta Horta, que é mineira assim como a personagem: — Pude usar meu sotaque, gargalhar como eu gargalho. Todos os detalhes dela me encantaram muito. Lara vem com um sofrimento, mas com uma leveza que talvez seja inédita para mim.

Enquanto Lara sofre, Bárbara (Alinne Moraes), a namorada de Renato, encontra em Christian, que se passa pelo irmão gêmeo, a mudança que sempre esperou no amado. Apaixonada, ela até estranha tamanha transformação, mas acaba se entregando à ilusão de um futuro feliz.

— Ela realmente acredita que Renato é o homem da vida dela. Quando há essa troca, ela fica cega porque finalmente tem o que mais queria. O único sonho dela é casar e ter filhos. Ela sabe que algo está errado, mas é tudo tão perfeito que ela prefere acreditar nisso e vai se enganando. Chega a duvidar da própria sanidade e vai ficando cada vez mais frágil — adianta a atriz, que não vê sua personagem como uma vilã: — Bárbara tem atitudes equivocadas e prepara uma armadilha para ela mesma cair. Acho a relação dos dois muito tóxica.

Assim como Bárbara, a mãe de Renato também não perceberá que Christian está em seu lugar. Para Ana Beatriz Nogueira, intérprete da fútil Elenice, na verdade essa mãe nunca reparou no rapaz:

— Ela vê o que quer, o filho que imaginou em sua cabeça desde que pega aquele bebê. Elenice percebe as mudanças no comportamento, mas jamais imagina que é outra pessoa que está ali.

Ana Beatriz interpretou uma outra mãe egoísta, assim como Eva, em “A vida da gente” (2011), reprisada no ano passado e também escrita por Lícia Manzo. Apesar de características semelhantes, as duas personagens são muito diferentes, segundo a veterana:

— Elas são mulheres fora da curva, que têm o egoísmo em comum. Mas Elenice tem humor. Ela improvisa perigosamente, arma situações pensadas até a página dois. Depois, é improviso e confusão, o que traz uma empatia.

Noca

Avó de Lara, Marieta Severo é uma mulher forte e com um passado que guarda muitos segredos.

Mateus

Danton Mello vive o namorado de adolescência de Lara. Os dois voltam a se envolver após a suposta morte de Christian. Viúvo, ele é pai de Marie (Maju Lima).

Ravi

Melhor amigo de Christian, o rapaz interpretado por Juan Paiva se torna seu único confidente. Vai se envolver com Joy.

Joy

Pichadora, a personagem de Lara Tremouroux, engravida de Ravi. Vive o conflito de querer de volta a liberdade da juventude.

Rebeca

Andrea Beltrão interpreta uma ex-modelo. É casada com Túlio e mãe de Cecília (Fernanda Marques), com quem vive conflitos.

Tulio

Daniel Dantas encarna o marido de Rebeca, com quem vive uma relação sem paixão. Um homem de caráter duvidoso e mulherengo.

Ruth

Pathy de Jesus é uma engenheira mau-caráter que, além de ser amante de Túlio, vira cúmplice dele em desvios de dinheiro.

Cecília

A personagem viivida por Fernanda Marques tem uma relação conflituada com a mãe Rebeca.

Felipe

Gabriel Leone vive o namorado de Bela (Bruna Martins), melhor amiga de Cecília, e se envolve amorosamente com Rebeca.

Denise Fraga

A atriz vive Júlia, uma cantora fracassada e alcoólatra em recuperação. É filha da psicanalista Ana Virgínia (Regina Braga) e mãe do jovem Felipe.

Ana Virgínia

Psicanalista, a personagem interpretada por Regina Braga tenta proteger o neto Felipe das atitudes inconsequentes da mãe Júlia.

Ilana

Mariana Lima faz uma ex-modelo que vive uma crise com o marido, Breno (Marco Ricca), e se descobre bissexual ao se envolver com Gabriela (Natália Lage)

Breno

Marco Ricca interpreta Breno, um fotógrafo que é marido de Ilana. Não se sente realizado na profissão e, no casamento, leva uma vida acomodada.

Santiago

O personagem de José de Abreu é empresário e pai de Bárbara (Alinne Moraes), Rebeca (Andrea Beltrão) e Nicole (Ana Baird). Vai se envolver com Érica (Fernanda de Freitas), o que desagrada a suas filhas.

Nicole

Filha de Santiago (José de Abreu), Nicole, vivida por Ana Baird, supre o afeto com comida. Vai se envolver com Paco (Otávio Müller).

Érica

Fernanda de Freitas faz uma personal trainer honesta. Contratada para treinar Santiago, acaba se apaixonando por ele.

Stephany

Irmã de Érica, Renata Gaspar tenta se aproveitar do namoro dela com Santiago. Vive uma relação abusiva com Roney (Danilo Grangheia).

Roney

Marido de Stephany, Danilo Grangheia interpreta um homem agressivo e ciumento.

Paco

Otávio Müller vive o pai de Mel (Samanta Quadrado) e ex-marido de Helena (Cláudia Mauro). Vai se envolver com Nicole.

Elenice

Mãe adotiva de Renato, a mulher vivida por Ana Beatriz Nogueira é capaz de qualquer coisa para defender o filho.

Teodoro

Irmão de Elenice, Fernando Eiras tenta colocar um freio nas atitudes controladoras dela em relação a Renato.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos