Cauã Reymond conta ter vivido D. Pedro I "garanhão" na infância: "Muito macho"

Cauã Reymond em
Cauã Reymond em "A Viagem de Pedro". Foto: Divulgação/Vitrine Filmes

Resumo da notícia:

  • Cauã Reymond lembra de D. Pedro I da infância: "Muito macho"

  • Em divulgação de "A Viagem de Pedro", ator relembrou do primeiro personagem de sua vida

  • Filme chega aos cinemas no próximo dia 1 de setembro

Cauã Reymond estrela "A Viagem de Pedro" como um filme que traz um olhar intimista para D. Pedro I ao explorar suas fragilidades e abordar seu comportamento machista. No entanto, não é a primeira vez que o artista interpreta o imperador.

Em conversa com jornalistas, ele contou que o português foi o primeiro personagem de sua vida, quando ainda nem pensava em seguir com a carreira artística, e bem distinto do que encarnou para o novo longa. "Tudo o que eu li e aprendi sobre Dom Pedro, claro que não foi na sala de aula, mas nos livros e pesquisas feitas, fez com que a gente tivesse Dom Pedro descontruído. Muito diferente do que aprendi [na escola]", refletiu.

Na sequência, Cauã relembrou do D. Pedro I vivido na infância. "Fiz Dom Pedro na terceira série, foi meu primeiro personagem. Nem sabia que queria ser ator. Fiz um Dom Pedro muito herói. Muito macho. No cavalo que era um vassoura. Um grande garanhão", relatou.

"Acho que foi interessante trazer várias camadas de desconstrução desse personagem, falando sobre masculinidade tóxica, racismo estrutural e ausência do feminismo", completou ao pontuar a forma como a trama desmistifica a imagem de D. Pedro I.

A Viagem de Pedro

Dirigido e escrito por Laís Bodanzky, o filme retrata a intimidade de Dom Pedro I, vivido por Cauã Reymond, logo após deixar de ser imperador do Brasil, em 1831. A bordo do navio inglês Warspite, ele vive uma crise existencial ao relembrar dos erros e acertos em seu comportamento até chegar ao dia em que está voltando para Portugal. "A Viagem de Pedro" chega aos cinemas dia 1 de setembro.

"O filme foi uma grande viagem, porque além de ator eu sou o produtor também. Essa viagem foi conduzida pela nossa diretora e roteirista Laís Bodanzky e um super elenco, porque acho que todas as pessoas vão conduzindo o nosso barco para um lugar em comum”.Cauã Reymond

Confira o trailer: