Cauda de escultura de baleia evita que um vagão de metrô caia na água

·1 minuto de leitura
A parte da frente do metrô holandês que descarrilhou foi segurado por uma escultura de baleia, próximo a Rotterdam
A parte da frente do metrô holandês que descarrilhou foi segurado por uma escultura de baleia, próximo a Rotterdam

Um vagão do metrô holandês foi salvo nesta segunda-feira (2) de um grave acidente, descarrilhou e foi finalmente parado, pouco antes de cair na água, pela cauda de uma escultura de baleia. 

O condutor do trem, que era a única pessoa a bordo, saiu ileso no acidente, ocorrido pouco depois da meia-noite em Spijkenisse, próximo à cidade portuária de Rotterdam. 

A frente do metrô permaneceu sustentada pela escultura a uma altura de 10 metros, acima da água. Curiosamente, a escultura é chamada de "Salvo pela cauda da baleia". 

"O metrô descarrilou e acabou no monumento chamado 'Salvo pela cauda da baleia'. Literalmente, foi isso que aconteceu", contou Carly Gorter, da Autoridade de Segurança Regional de Rijnmond. 

"É inacreditável. O motorista foi salvo pela cauda da baleia", acrescentou. 

Os motivos do incidente estão sendo investigados. 

As esculturas de duas baleias, que submersas na água deixam a cauda no ar, foram construídas há cerca de 20 anos, em um parque localizado sob a pista aérea do metrô.  

Uma delas foi o que parou e salvou o vagão do metrô e seu motorista.

smt-dk/erc/me/mb/bn