Causa da morte de Pelé foi falência múltipla de órgãos, diz boletim

Morto nesta quinta-feira, aos 82 anos, o Rei Pelé teve como causa da morte a falência múltipla de órgãos. A informação foi divulgado pelo Hospital Albert Einstein, em boletim médico sobre o falecimento.

O documento associa ainda o falecimento à progressão do câncer de cólon que o rei enfrentava e sua "condição clínica prévia". O boletim é assinado pelos médicos Fabio Nasri (geriatra e endocrinologista), Rene Gansl (oncologista), Alexandre Holthausen (cardiologista) e Miguel Cendroroglo Neto (Diretor-Superintendente Médico e de Serviços Hospitalares).

Pelé estava internado desde o final de novembro. Nesta quinta, completava um mês na unidade de saúde.

Veja o boletim na íntegra:

"São Paulo, 29 de dezembro de 2022 - O Hospital Israelita Albert Einstein confirma com pesar o falecimento de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, no dia de hoje, 29 de dezembro de 2022, às 15h27, em decorrência da falência de múltiplos órgãos, resultado da progressão do câncer de cólon associado à sua condição clínica prévia. O Hospital Israelita Albert Einstein se solidariza com a família e todos que sofrem com a perda do nosso querido Rei do Futebol."