Cavernas da Lua podem servir de abrigo para astronautas

Cavernas da Lua podem servir de abrigo para astronautas
Cavernas da Lua podem servir de abrigo para astronautas
  • Na Lua, as temperaturas variam do ponto de ebulição durante o dia a 137 graus abaixo de zero à noite;

  • Características únicas das cavernas podem oferecer um oásis para se proteger da enorme amplitude térmica;

  • Pelo menos em um desses poços, é sempre consistente de 17 graus

Geralmente, a previsão do tempo na Lua não é nem de perto aconchegante, as temperaturas variam do ponto de ebulição durante o dia a 137 graus abaixo de zero à noite. No entanto, de acordo com um novo estudo, características únicas conhecidas como poços lunares podem oferecer um oásis para se proteger dessa enorme amplitude térmica.

Para saber como poderia ser dentro desses poços lunares, uma equipe de cientistas planetários da UCLA (Universidade da California em Los Angeles) usou imagens térmicas do Lunar Reconnaissance Orbiter da NASA e determinou que a temperatura, pelo menos em um desses poços, é sempre consistente de 17 graus. As descobertas foram publicadas recentemente na revista

Geophysical Research Letters, e a redação da UCLA está chamando isso de descoberta do “clima do suéter” durante todo o ano.

Um dos autores do estudo, Tyler Horvath, um cientista planetário Ph.D. estudante da UCLA, disse que o poço poderia ser a abertura de um tubo de lava ou caverna e seria um lugar ideal para astronautas se abrigarem, oferecendo temperaturas perfeitas, além de proteção contra meteoritos e radiação.

“Imagine um dia inteiro na lua… você tem 15 dias de calor extremo que chegam até o ponto de ebulição da água. E então você tem 15 dias de frio extremo, que é uma das temperaturas mais frias de todo o sistema solar”, disse Horvath.

“Portanto, poder estar em um lugar onde você não precisa gastar energia para se manter aquecido durante esses 15 dias de noite é quase inestimável porque durante a noite, se você está tentando usar a energia solar como sua principal forma de obter energia, você não pode fazer isso por 15 dias”, completou o cientista.

A equipe de pesquisa da UCLA se concentrou no abismo no Mar da Tranquilidade ou na região de Mare Trenquillitatis, que fica a cerca de 354 quilômetros de onde a Apollo 11 pousou e também a uma distância igual do local de pouso da Apollo 17.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos