Caxias e Nilópolis desfilam como campeã e vice no Dia da Baixada

No sábado em que se comemora o Dia da Baixada Fluminense, 30 de abril, duas escolas da região desfilam como campeã e vice-campeã do carnaval 2022. Duque de Caxias estreia como campeã na Avenida com o título inédito da Grande Rio, e a Beija-Flor representa Nilópolis no segundo lugar com diferença de apenas três décimos.

O Dia da Baixada Fluminense é celebrado em 30 de abril desde 2002, quando uma lei estabeleceu que a data deveria ser comemorada nas escolas da rede estadual e em repartições públicas estaduais da região. O objetivo da legislação é celebrar valores históricos, culturais e sociais dos 13 municípios que compõem a Baixada, além de discutir problemas e propor soluções para a região. A lei prevê ainda que as escolas estaduais devem desenvolver atividades educativas levando em conta o contexto socioeconômico e cultural da Baixada para o Estado do Rio de Janeiro.

A data escolhida é uma referência à inauguração da primeira ferrovia brasileira, em 1854. Idealizada por Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá, o trajeto ligava o porto de Mauá, a famosa Estação da Guia de Pacopaíba, em Magé, a Fragoso.

E nada melhor que comemorar com o título de campeã e vice do carnaval exatamente nesta data. A vitória deste carnaval tem um sabor diferente já que veio depois de uma suspensão e um adiamento do evento. Para Milton Perácio, presidente da Grande Rio, ter duas escolas da Baixada no pódio mostra a força da região:

— É legal, é bonito. É bom para mostrarmos a força da Baixada Fluminense. É a força do samba, do negro, do místico. A força do povo de pé no chão, aquele que gosta de sambar, de vibrar. Mesmo com as dificuldades da vida nunca perdemos a alegria de desfilar — afirma.

Neste sábado, a escola que proporcionou a festa em Caxias, pretende agradecer a Exu pela vitória conquistada, tema de seu enredo.

— No desfile nós vamos com força para agradecer a Exu que abriu nossos caminhos, que nos deu aquela energia e vibração. Aquele Exu da firmeza, do bem, que nos dá comida, que nos protege. Ele vai abrir mais uma vez nossos caminhos para passarmos tranquilos e vibrantes com a comunidade vindo junto. A Grande Rio vai ter um arrastão atrás da escola pisando naquela pista, se Deus quiser — conta Perácio.

Para o presidente da tricolor de Caxias, a conquista do título para a cidade é uma sensação de “missão cumprida”:

— Desde quando fundamos a Grande Rio, pensávamos que um dia poderíamos representar o município com uma grande escola, que era o clamor que o povo de Caxias tinha. Queríamos ser uma escola que agregasse todos os sambistas de Caxias e que o povo se orgulhasse, e graças a Deus isso aconteceu — afirma.

Com o enredo que enaltece intelectuais negros, o presidente da coirmã de Nilópolis, Almir Reis, também celebra o troféu do vice-campeonato, especialmente depois de quase dois anos sem carnaval:

— É uma coincidência muito boa para todos nós isso ter acontecido para a Baixada Fluminense em si, tamanha a importância da nossa terra. A Baixada vem mostrando seu valor não é de hoje. Só nos envaidece quando a Grande Rio ganha o carnaval, isso é mais uma vitória para o nosso povo tão sofrido, que muitas vezes é esquecido, mas a cada dia que passa vai tendo seu local de fala — afirma o presidente da Beija-Flor de Nilópolis, escola que coleciona 14 títulos de campeã do carnaval, sendo o mais recente em 2018.

— Ficamos praticamente dois anos sem carnaval. Para nosso povo que trabalha e depende da festa, isso é muito ruim. O povo do carnaval está muito feliz. Quando chegamos em Nilópolis com a taça parecia que éramos campeões. Eram duas felicidades: uma pelo carnaval ter voltado e outra por ter ficado tudo na Baixada Fluminense. Somos todas coirmãs. A Baixada conquistando o pódio é uma coisa que tem que ser comemorada — celebra Reis, que promete apresentar novamente um grande espetáculo no desfile das campeãs, ainda melhor que o primeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos