Xi Jinping coloca um de seus aliados à frente da economia nacional

Pequim, 19 mar (EFE).- O presidente Xi Jinping prosseguiu nesta segunda-feira com o posicionamento de seus principais aliados no alto escalão do regime com a nomeação de Liu He, o seu assessor econômico, como vice-primeiro-ministro responsável de finanças e planejamento.

Liu, de 66 anos e nascido em Pequim, era o favorito para assumir um dos principais cargos de responsabilidade do governo chinês, o que foi confirmado hoje no plenário do Legislativo nacional, no qual foram aprovadas mudanças no Conselho de Estado e no gabinete de ministros.

A partir de hoje, e pelo menos até 2023, Liu compartilhará a posição de vice-primeiro-ministro com Han Zheng, Sun Chunlan e Hu Chunhua.

Liu ocupa desde 2013 o escritório de assuntos econômicos e financeiros do Partido Comunista da China e, desde então, se tornou um dos principais assessores do presidente Xi.

Com formação na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, Liu passou a ser considerado uma das figuras emergentes do regime desde que passou a fazer parte do Politburo do Partido Comunista - que é formado pelos 25 membros mais poderosos da legenda - no 19º Congresso em outubro do ano passado.

Além disso, Liu discursou em janeiro no Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, um ano depois que o próprio presidente Xi fez o mesmo.

Com a ascensão de Liu, o presidente Xi continua colocando seus principais aliados na cúpula do governo, algo que também demonstrou no último sábado ao levar Wang Qishan, um amigo pessoal seu desde a juventude, à vice-presidência do país. EFE