CBF ainda pode manter local de jogo do Vasco e atender ao Flamengo? Entenda

A CBF aguarda a briga na Justiça para determinar se manterá o local da partida entre Vasco e Sport, no domingo, em São Januário, ou se vai alterar o duelo para o Maracanã, como pleiteia o clube mandante. A solicitação do Vasco já foi enviada à entidade dentro do prazo estabelecido pelo regulamento. Mas até agora a tabela da Série B do Brasileiro segue inalterada.

Leia mais: Prefeitura daria anuência a estádio do Flamengo no Parque Olímpico, diz Paes

Segundo o artigo 13 do Regulamento Geral de Competições, solicitações de alteração de local da partida devem ocorrer no prazo de pelo menos cinco dias de antecedência em relação à data programada da partida, o que seria nesta quarta-feira. O Vasco cumpriu este prazo.

A CBF aguarda o imbróglio para bater o martelo sobre a localização do jogo. Qualquer alteração precisa de análise prévia e aprovação por parte da Departamento de Competições.

Só que o Vasco já vendeu todos os ingressos para sua torcida no Maracanã. A carga total é de 65 mil. A venda antes da decisão sobre o recurso do Flamengo foi vista pelo clube da Gávea como uma tentativa de constranger o juiz do caso. O Vasco respondeu no mesmo processo.

"A reforma da decisão levaria a uma situação de enorme instabilidade jurídica e inegável prejuízo aos milhares de consumidores e torcedores", disse o Vasco.

Vasco SAF: o que sócios devem tomar conhecimento antes de votar contrato com a 777 Partners

Além da troca de estádio, o Vasco também precisaria cuidar da operação do jogo no Maracanã. Para jogar no palco, o aluguel é de R$ 250 mil. Mas a bilheteria compensa o preço quase o dobro do que é pago pelos permissionários Flamengo e Fluminense no estádio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos