CBF define árbitro para jogo entre Flamengo e Atlético-MG pelo Brasileiro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A CBF definiu a equipe de arbitragem para Atlético-MG x Flamengo, domingo às 16h no Mineirão. O jogo pelo Brasileiro terá Raphael Claus, de São Paulo, no comando. Veja a escala:

Árbitro: Raphael Claus(SP); Assistente 1: Danilo Ricardo Simon Manis(SP); Assistente 2: Alex Ang Ribeiro(SP); VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN).

A partida representa muito para os donos da casa, que vivem um capítulo anterior ao Flamengo na crise em relação ao comando técnico. Com a vitória sobre o Cuiabá, a equipe comandada agora por Dorival Junior é nona colocada na tabela. O Galo está na sexta posição.

Se o clube carioca demitiu Paulo Sousa há duas rodadas, os mineiros avaliam a saída de Antonio Mohamed. Em caso de derrota para o Flamengo, a diretoria do Atlético-MG pode trocar o comando.

As duas equipes se enfrentaram pela última vez na Supercopa do Brasil, em fevereiro. Mas em abril houve nova polêmica envolvendo Gabigol e Hulk.

O artilheiro do Flamengo ironizou um lance de possível agressão de Hulk em Willian Farias, do Coritiba, em empate por 2 a 2 no Independência, no começo do ano.

Em sua conta oficial do Twitter, o atleta do Flamengo repostou a cena após ser citado por um torcedor, dizendo que, se fosse Gabigol no lugar de Hulk, o flamenguista teria recebido o cartão vermelho.

"Cartão vermelho, 25 jogos de suspensão... e direto para a delegacia por agressão HAHAHAHAHAHA ahhhhh, matérias em todos os portais esportivos e um programa só para falar sobre isso, e ganharam Ibope (sic)", escreveu o atacante.

Hulk, em sua conta oficial no Instagram, respondeu: "Quando congela a imagem, o ângulo pode parecer mais do que realmente é. Falta clara e na minha opinião, do árbitro e do VAR foi lance para amarelo”.

"Meu foco é aparecer para a mídia dando o meu melhor dentro de campo e ajudando minha equipe e não pegar embalo em alguém que tem muito mais moral que eu em nível mundial para aparecer", retrucou.

Ao vivo, posteriormente, minimizou a situação.

“Sobre o Gabigol, vocês sabem que não gosto de polêmica. Falo uma coisa ou outra ali, mas nunca para causar polêmica. Acho o Gabigol um ótimo jogador, desejo tudo de melhor para ele, mas nesta noite estou aqui para falar do meu livro”, disse o atacante no lançamento de sua publicação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos