CBF derrota ex-vice presidente em ação na Justiça de Alagoas

A CBF conseguiu uma vitória na Justiça de Alagoas contra o ex-vice-presidente da entidade Gustavo Feijó. Dias antes da eleição na confederação, que aconteceram em março, ele conseguiu uma decisão no Tribunal de Justiça do estado, em primeira instância, que suspendia o pleito - que ainda assim, aconteceu.

Denúncia: Ex-procurador do STJD afirma: 'Brasil parece estar no epicentro da manipulação de resultados do futebol'

Veja também: FIFA estende até 2023 permissão para que atletas da Rússia e Ucrânia suspendam contratos e atuem por outros clubes

A confederação recorreu e o caso foi julgado nesta segunda-feira pela 2a Câmara Cível. A alegação da CBF era de que a 1a instância não tinha competência para julgar o mérito.

O caso foi a julgamento, primeiramente, no dia 10 de junho, quando a desembargadora Elisabeth Nascimento, relatora, deu razão a reclamação da CBF. Porém, o desembargador Celyrio Accioly pediu vistas.

Com o julgamento retomado nesta segunda-feira, Accioly votou junto com a relatora. Feijó ainda pode recorrer.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos