CBF prepara 'passaporte de vacinação' como novidade para lidar com novo aumento de casos da Covid-19

·1 min de leitura

A Confederação Brasileira de Futebol prepara uma espécie de passaporte de vacinação que será utilizado por jogadoras, jogadores e comissão técnica de times brasileiros na temporada de 2022. Ele será uma das novidades que a entidade planeja implementar para lidar com o novo cenário da pandemia, de aumento no número de novos casos.

O aplicativo "CHRONUS i-Passaport" será utilizado para a entidade acompanhar a evolução da vacinação, da testagem e da distribuição das novas infecções. Ele deverá ser utilizado como uma credencial no controle dos profissionais para acesso às partidas.

Inicialmente, o passaporte terá validade no caso de vacinação completa ou teste realizado a cada três dias.

Na próxima terça-feira, Everton Cruz, CEO da Mooh Tech, empresa responsável pelo aplicativo, terá reunião com Dr. Pagura, presidente da comissão médica da CBF, para saber se a entidade vai impor, a partir do aplicativo, restrições aos atletas. Ainda será definido se os atletas não vacinados poderão ou não participar dos campeonatos. Caso possam, em quais condições isso acontecerá.

Surto na CBF

De acordo com reportagem do "Ge", 25 funcionários da CBF testaram positivo para a Covid-19. O número fez com que a entidade suspendesse a agenda presencial de diretores e dirigentes, incluindo o presidente interino Ednaldo Rodrigues, até o dia 20.

Os infectados estão cumprindo quarentena de dez dias. A CBF deve realizar novos testes nos funcionários nos próximos dias.

Por causa do novo avanço na pandemia, a CBF abriu mão de realizar no país a Copa América de Futsal, que foi transferida para o Paraguai.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos