CCXP premia 'A Última Floresta', Casimiro e Chico Felitti como destaques da cultura pop

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O filme A última Floresta (2022), o streamer Casimiro e o jornalista Chico Felitti estão entre os premiados no CCXP Awards, evento criado este ano ano para celebrar os destaques da cultura pop nacional.

A iniciativa segue os moldes de grandes eventos como o Oscar, o Festival de Cannes e The Game Awards, com direito a roupas de gala e tapete vermelho. Tiago Leifert foi o apresentador da cerimônia, que contou com shows do rapper Rashid e da banda Fresno, além da presença de humoristas como Dani Calabresa e Antonio Tabet.

Com seis categorias e várias subdivisões, a premiação homenageou o melhor dos games, cinema, séries, livros, quadrinhos e criadores de conteúdo. Ao todo, foram distribuídos 31 prêmios --28 deles focados no cenário nacional, e 3 no internacional. O evento fez ainda quatro homenagens especiais.

Casimiro foi escolhido como o melhor streamer, enquanto o podcast Mano a Mano, apresentado pelo rapper Mano Brown, foi eleito o melhor da categoria. Já a atriz e ex-BBB Carla Diaz foi homenageada com o prêmio de melhor fandom.

Chico Felitti, que é criador do podcast da Folha "A Mulher da Casa Abandonada", ganhou a categoria de literatura de não-ficção, com o livro "Elke: mulher maravilha", uma biografia da modelo e apresentadora.

Documentário de Luiz Bolognesi que trata do território Yanomami, o filme A Última Floresta (2022) foi laureado como melhor longa-metragem nacional e também recebeu o Grand Prix, a grande premiação da noite.

Seu Jorge foi escolhido como melhor ator de filmes, e Christian Malheiros, que atua na série Sintonia (Netflix) e em Sessão de Terapia (Globoplay), foi o melhor ator de séries. Sob Pressão (Globoplay) foi venceu como a melhor série, e Liniker levou o prêmio de melhor atriz de séries, por seu papel em Manhãs de Setembro (Prime Video).

No cenário internacional, Judas e o Messias Negro (2021) foi escolhido melhor filme global, e Succession (HBO Max), a melhor série global.

Na vertente de games, Gustavo "Sacy" e Natália "Daiki" Vilela foram escolhidos como os melhores pro-players masculino e feminina, respectivamente. "It takes two", um jogo de aventura sobre dois humanos transformados em bonecos por um feitiço, foi eleito melhor game global.