CDC dos EUA vê taxas mais baixas de reação alérgica após vacina da Pfizer

·1 minuto de leitura
Vacinação contra Covid-19 nos EUA

NOVA YORK (Reuters) - O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos disse nesta quarta-feira que está observando uma taxa mais baixa de reações alérgicas graves em pessoas nos Estados Unidos que receberam a vacina contra a Covid-19 da Pfizer e da BioNTech.

O CDC disse que até 18 de janeiro houve 50 casos de anafilaxia relatados em receptores da vacina. Isso implica em uma taxa de cerca de 5 por milhão de doses administradas, abaixo da taxa relatada anteriormente de 11,1 por milhão de doses administradas até 23 de dezembro.

Foram relatados 21 casos de anafilaxia após a administração da vacina da Moderna. Isso implica em uma taxa de 2,8 casos por milhão de doses, ligeiramente acima da taxa relatada anteriormente de 2,5 por milhão de doses, com base em dados até 10 de janeiro.

(Por Michael Erman)