Cedae adia manutenção anual do Sistema Guandu para fim de novembro

A Cedae adiou para 25 de novembro a manutenção preventiva do Sistema Guandu. O serviço, parte da companhia para o Verão 2022/2023, será realizado das 4h às 20h. Composto pela Estação de Tratamento de Água (ETA) do Guandu e dois subsistemas de água tratada, Marapicu e Lameirão, o sistema é responsável pelo abastecimento de mais de 9 milhões de pessoas no município do Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense.

Covid-19: postos de vacinação estão fechados no feriadão na cidade do Rio

Atrasados: Rio estuda busca ativa por pessoas que não tomaram a dose de reforço

O reparo seria feito nesta quinta-feira, mas foi adiado depois que um vazamento em Nova Iguaçu comprometeu fornecimento de água em diversas cidades.

"Como localidades da capital e de cidades da Baixada foram afetadas pelo reparo, a Companhia, as concessionárias, a Agenersa e o Centro de Controle Operacional do S istema entenderam que não houve tempo necessário para que moradores das regiões estocassem água para o período em que o Sistema Guandu ficará fora de operação", diz comunicado da Ceade.

O serviço mobilizará 600 profissionais, entre engenheiros, eletricistas, mecânicos e agentes de saneamento, além de 34 veículos. A ação permite reparos e correções necessárias, como instalação de equipamentos, reparos de vazamentos, ajustes eletromecânicos, revisão de peças e limpeza das redes e das instalações.

— A manutenção anual otimiza e aumenta a segurança da operação do sistema, pois permite identificar e corrigir irregularidades a fim de prevenir ocorrências futuras que exijam novas paralisações. A ação é fundamental para que o sistema esteja pronto para o período de maior demanda — pontua Daniel Okumura, diretor de Saneamento e Grande Operação da Cedae.

Desligamento e normalização do abastecimento

Durante o serviço, o fornecimento de água ficará interrompido para os municípios do Rio de Janeiro, de Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis e Belford Roxo. O sistema entrará em operação imediatamente após a conclusão da manutenção.

A distribuição de água nas localidades atendidas é de responsabilidade das concessionárias Águas do Rio, Iguá e Rio+Saneamento, de acordo com as respectivas áreas de atuação.

A companhia recomenda à população que reserve água para o período, adiando tarefas não essenciais que exijam grande consumo.