Celular é encontrado na cela de réu no assassinato do jogador Daniel

David chegou a ser jogador de futebol na base do Paraná (Foto: Reprodução)


Um celular foi encontrado na cela de David Vollero, um dos réus por homicídio e ocultação de cadáver no caso do jogador Daniel, que foi morto no dia 27 de outubro de 2018. David estava no carro que foi usado para deixar o corpo do jogador em um matagal, em São José dos Pinhais, no Paraná.

Os áudios foram divulgados pela RIC TV, afiliada da Record no Paraná. Nele, David, que chegou a ser jogador de futebol na base do Paraná, teria falado com pessoas de fora do presidio sobre o crime.

- Esperar e ver o que vai dar essa fita aí. Saber que isso não é eterno, não é pra sempre. Um dia eu estou de volta - disse, em um dos áudios divulgados.

Em outro áudio ele fala sobre Edson Brittes, que confessou ser o autor do assassinato do jogador.

- O cara (Edison) levou tudo no peito. Ele é réu confesso, né - disse.

Ao 'Uol Esporte', o Departamento Penitenciário do Paraná explicou que o celular foi apreendido e o conteúdo do aparelho será investigado pelo setor de inteligência da policia.

Mais no Yahoo Esportes: