Celular: 20% dos brasileiros preferem perder a carteira ou a bolsa a perder o telefone

SÃO PAULO - O celular já se tornou um aparelho indispensável, tanto que 20% dos brasileiros afirmam que preferem perder a bolsa ou a carteira a perder o telefone.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Intel, 43% dos brasileiros afirmam que o aparelho reflete seu estilo pessoal, enquanto 50% acham que a vida seria bem pior sem um smartphone.

Segundo o diretor de Novos Negócios da empresa, Cássio Tietê, o estilo de vida dos brasileiros está cada vez mais voltado para a mobilidade. “Assistimos ao crescimento de um estilo de vida cada vez mais voltado para a mobilidade, com smartphones rapidamente se tornando uma parte indispensável da vida das pessoas, acompanhando-as constantemente”, explica.

Uso frequente O levantamento também mostra que 40% das pessoas afirmaram que ficam 24 horas por dia e sete dias por semana com seus aparelhos.

De acordo com a pesquisa, os norte-americanos gastam cerca de três horas por dia compartilhando coisas pelo telefone. Entre os respondentes, 80% afirmaram que dormem com o telefone na cama e 40% atendem o celular enquanto estão no banheiro.

Entre as funções mais utilizadas dos aparelhos, para os brasileiros, está a preferência por compartilhar fotos e vídeos. Já para os asiáticos, os aparelhos são usados para jogar games, enquanto os africanos são os que mais enviam mensagens de texto.

A pesquisa mostra que, entre os jovens, o uso é ainda mais frequente, já que 50% afirmam que conseguem mandar mensagens de texto com os olhos vendados. Além disso, eles disseram que mandam 3.330 mensagens por mês.

Para deixar o aparelho de lado, 63% afirmaram ser por um chocolate, 55% por uma xícara de café, 22% para escovar os dentes e 21% por sapatos.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias