Células tumorais expostas à sinfonia de Beethoven morreram ou diminuíram de tamanho

Pixabay

A ciência já comprovou que ouvir música não serve apenas para se acalmar e relaxar – ela pode trazer uma série de benefícios para a saúde.

Ao expor células MCF-7, ligadas ao câncer de mama, à Quinta Sinfonia de Beethoven, cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro descobriram que algumas morreram e outras diminuíram consideravelmente de tamanho.

O experimento também colocou as células sob a influência de outras duas músicas clássicas. “Atmosphères”, do húngaro György Ligeti, causou resultados bem semelhantes ao da sinfonia. Mas “Sonata para dois pianos em ré maior”, de Mozart, não gerou nenhuma mudança.

A próxima etapa da pesquisa é entender exatamente o que aconteceu para que as células morressem ou diminuíssem de tamanho. Assim que for possível reconhecer, eles deverão construir uma sequência sonora especial para tratar os tumores. A intenção é que os pacientes possam tratar o câncer de uma forma menos agressiva.