Cena de novo 'O Predador' é cortada por ter ator condenado por pedofilia

(Imagem: divulgação Fox)

Faltando uma semana para a estreia nos cinemas da nova versão de ‘O Predador’, uma polêmica ganhou as manchetes da imprensa mundial. O filme teve uma cena cortada por conta da participação de Steven Wilder Striegel, um ator que em 2010 foi condenado por pedofilia.

Na cena em questão, ele aparecia num diálogo com a personagem de Olivia Munn (de ‘X-Men: Apocalipse’). A atriz descobriu mais tarde sobre o passado do colega, e notificou os produtores. “Nós não estávamos cientes do passado de Striegel durante as filmagens ou o processo de escalação. Existem barreiras legais que nos impedem de pesquisar sobre o passado dos atores”, explicou a Fox, em comunicado oficial. A decisão do estúdio foi remover do corte final a sequência que contava com a participação de Striegel.

O ator cumpriu seis meses de prisão por tentar atrair pela internet uma jovem de 14 anos para um encontro sexual. Depois de seu tempo na cadeia, ele foi escalado pelo diretor Shane Black, seu amigo pessoal, para outros dois filmes: ‘Homem de Ferro 3’ e ‘Dois Caras Legais’.

“Eu, pessoalmente, decidi ajudar um amigo”, justificou ao Los Angeles Times o cineasta, responsável por ‘O Predador’. “Eu entendo que outras pessoas possam desaprovar. A condenação dele foi por uma acusação séria, que não deve ser desconsiderada”.

Já Olivia Munn, que na cena era alvo de uma cantada do personagem de Striegel,  disse ao jornal estar “surpresa e constrangida que Shane Black, nosso diretor, não compartilhou esta informação com o elenco, equipe ou a Fox antes, durante ou depois das filmagens.”

“No entanto, estou aliviada que, ao receber esta informação, a Fox tomou a ação apropriada e apagou a cena antes do lançamento do filme”, finalizou.

O longa estreia no Brasil na próxima quinta-feira, dia 13.