“Cenas de terror de Araçatuba não ficarão impunes”, garante Doria

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Doria prometeu punição aos criminosos (Fabio Teixeira/NurPhoto via Getty Images)
Doria prometeu punição aos criminosos (Fabio Teixeira/NurPhoto via Getty Images)
  • João Doria garantiu que os criminosos responsáveis pelo mega-assalto em Araçatuba serão punidos

  • O governador de São Paulo exaltou o trabalho realizado pela polícia na busca pela quadrilha

  • Até o momento, três suspeitos foram presos pelos crimes

Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) garantiu que os criminosos responsáveis pelos crimes cometidos na madrugada desta segunda-feira, em Araçatuba, serão punidos.

Em seu Twitter, o tucano afirmou que a quadrilha “não ficará impune” e exaltou os esforços da polícia na operação para localizar os criminosos.

Leia também:

“As cenas de terror vivenciadas pela população de Araçatuba não ficarão impunes. Dois criminosos foram presos e um terceiro foi morto em confronto com a polícia. Há uma grande força-tarefa envolvendo 380 policiais e 2 helicópteros Águia para prender e punir os responsáveis”, escreveu.

Araçatuba viveu madrugada de terror. Uma quadrilha fortemente armada atacou três agências bancárias no centro da cidade. Três pessoas morreram, de acordo com a Polícia Civil: dois moradores e um dos criminosos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Depois de atacar os locais, o grupo abordou pedestres e os fez de reféns. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram algumas vítimas sendo usadas como "escudo humano". Há também registros de tiros sendo disparados pelos criminosos, que cercaram bases da Polícia Militar e viaturas.

De acordo com o G1, o grupo teria utilizado até um drone para monitorar a ação dos policiais. Entradas da cidade foram fechadas para dificultar o acesso de reforço policial ao local. Três suspeitos foram presos.

Moradores de Araçatuba foram feitos reféns por assaltantes (Foto: Reprodução)
Moradores de Araçatuba foram feitos reféns por assaltantes (Foto: Reprodução)

Quadrilha “travou” a cidade

Após a madrugada de casos e violência, Araçatuba teve um dia de comércio, escolas e empresas fechados. Isso porque a quadrilha espalhou explosivos pela cidade.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, foram deixados 40 explosivos em 20 pontos da cidade. No momento, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) trabalha na cidade para desarmar as bombas.

Diversas ruas tiveram de ser interditadas, para evitar que as pessoas circulem. As bombas têm sensores de proximidade e podem estourar quando alguém chegar perto.

Um homem teve os dois pés, além dos dedos das mãos, amputados após ser atingido pela explosão do artefato. O morador de 25 anos passava de bicicleta por um desses pontos. Autoridades ainda não sabem se ele apenas chegou perto da bomba ou se chegou a encostar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos