Ceni usa tempo tão desejado no Flamengo para dar cara ao time principal em primeiro teste

Diogo Dantas
·2 minuto de leitura

Quinze dias, 22 treinamentos e seis jogos depois, o Flamengo estreia sua força máxima na Taça Guanabara, sob o comando do técnico Rogério Ceni. Diante do Bangu, amanhã, em Volta Redonda, os titulares serão relacionados em bloco pela primeira vez na temporada 2021. E colocarão à prova o tempo de trabalho que o treinador não teve quando chegou ao clube em 2020.

As duas semanas de pré-temporada foram muito bem aproveitadas por Ceni para aprofundar ainda mais a sua filosofia junto aos jogadores. A estratégia do clube foi abrir mão das rodadas iniciais, lançar jovens e atletas que não tiveram sequência na reta final do Brasileiro, e trabalhar a parte física, técnica e tática do time titular com foco na primeira decisão do ano.

No dia 11 de abril, ou seja, em menos de duas semanas, o Flamengo encara a decisão da Supercopa do Brasil contra o Palmeiras. E terá apenas o jogo de hoje e o próximo pelo Estadual para se preparar para o compromisso. A base do time será a mesma que terminou a temporada 2020. Ceni ainda não poderá contar com Rodrigo Caio, que terminou o ano com lesão muscular e ainda está na transição. Arão segue na zaga pelo lado esquerdo.

Dos jogadores que atuaram nos primeiros jogos da Taça Guanabara, apenas o zagueiro Bruno Viana tem status de titular, mas quem deve formar a dupla de hoje é Gustavo Henrique. Com isso, Diego Ribas segue mantido no meio-campo ao lado de Gerson, com Arrascaeta e Bruno Henrique junto a Gabigol no ataque.

O Flamengo confirmou que o lateral-direito Matheuzinho teve constatada lesão na coxa direita, depois de realizar exames ontem. Com isso, o jovem é mais uma baixa para a partida de hoje contra o Bangu. Isla será titular.

O técnico Rogério Ceni também não poderá contar com o centroavante Pedro, que deixou o campo na vitória sobre o Botafogo. E tem prazo de uma a duas semanas para se recuperar.

Uma das dúvidas na escalação do time para a partida de hoje e as próximas é se Rogério Ceni promoverá o retorno do goleiro Diego Alves entre os titulares. O veterano teve uma lesão muscular reincidente no fim da temporada passada e já treina normalmente com o elenco há alguns dias. Sua participação para adquirir ritmo de jogo e confiança depende do treinador, e deve acontecer também de olho na final contra o Palmeiras no dia 11.

O Flamengo lidera a Taça Guanabara com 13 pontos e quatro gols a mais de saldo que o segundo colocado, o Volta Redonda.