Após renúncia de Kuczynski, Vizcarra toma posse como novo presidente do Peru

Lima, 23 mar (EFE).- O engenheiro e empresário Martín Vizcarra tomou posse nesta sexta-feira como novo presidente do Peru, após a renúncia de Pedro Pablo Kuczynski em meio a uma grave crise política e institucional no país.

Vizcarra, que era o primeiro vice-presidente e embaixador peruano no Canadá, recebeu a faixa presidencial e jurou ao presidente do Congresso, o fujimorista Luis Galarreta, o cargo que deverá exercer até 28 de julho de 2021.

O novo presidente peruano chegou ao plenário do Congresso acompanhado pela segunda vice-presidente, Mercedes Aráoz, e foi recebido com aplausos de todas as bancadas parlamentares, que ofereceram apoio em prol da governabilidade do país sul-americano.

Vizcarra, que ontem completou 55 anos de idade, recebeu pouco antes da posse o "Grande Colar" da Ordem "O Sol do Peru" e a Ordem "Ao Mérito por Serviços Distintos" no grau de "Grande Cruz Especial", segundo um comunicado da presidência, pelos trabalhos que cumpriu como embaixador no Canadá.

Pressionado pelo Congresso, Kuczynski renunciou diante das evidências, em vídeo e áudio, das tentativas de aliados políticos - entre eles um ministro e Kenji Fujimori, filho mais novo do ex-presidente Alberto Fujimori - de comprarem o voto de um congressista opositor para impedir seu impeachment pela acusação de vínculos escusos com a construtora brasileira Odebrecht. EFE