Centro de contingência recomenda prorrogação de fase emergencial por 15 dias em SP

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O centro de contingência contra o coronavírus recomendou que o estado de São Paulo prorrogue por mais 15 dias a fase emergencial do Plano São Paulo. A informação foi confirmada pelo coordenador do centro, o médico Paulo Menezes. De acordo com ele, o governo ainda não decidiu sobre o assunto. A fase emergencial, com medidas mais restritivas, vai até o dia 30 de março. A decisão não deve ser anunciada na entrevista coletiva desta quarta-feira (24), com a presença do governador João Doria (PSDB). A assunto será discutido até o fim da semana. Na visão de membros do comitê, o estado já entrou em colapso e é preciso mais tempo de restrições para que os índices melhorem. Conforme publicou o jornal Folha de S.Paulo, o número de pacientes com Covid-19 em UTIs públicas no estado de São Paulo é 85% maior que no período mais crítico de 2020. Em todas as regiões do estado, o volume atual de internados em leitos de terapia intensiva é o maior já registrado em toda a pandemia. Nas últimas semanas, foram registradas dezenas de mortes de pacientes à espera de vagas. Segundo a secretaria estadual de Saúde, há quase 30 mil pessoas hospitalizadas com a doença na rede pública em todo o estado, das quais 12 mil estão em UTIs. A ocupação das UTIs nesta segunda (22) é de 91%, e em pelo menos 60 dos 105 municípios com tratamento intensivo não há mais vagas.