Centro de Contingência é contra flexibilização do Plano SP: " Mais do que está agora, não dá"

·2 minuto de leitura
Picture of an almost empty street in Sao Paulo, Brazil, taken on March 15, 2021 hours before a night-time curfew takes effect in the state of Sao Paulo amid the novel coronavirus COVID-19 pandemic. - The state of Sao Paulo has been in a
São Paulo está na Fase de Transição, na qual podem abrir comércios e serviços das 11h às 19h (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)
  • Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo não acredita que seja possível flexibilizar medidas

  • SP está na Fase de Transição do Plano SP

  • Governador João Doria ventilou a possibilidade de flexibilizar mais o Plano SP

O Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo é contrário à maior flexibilização das regras do Plano SP. Na Fase de Transição, há a possibilidade de o governo anunciar novas medidas e flexibilizar as regras de combate à covid-19.

Segundo informações do Uol, os médicos que formam o Centro de Contingência acreditam que a situação de São Paulo é de estabilidade, mas não há espaço para maior flexibilização.

O número de casos de covid-19 voltou a subir no estado de São Paulo. De acordo com os últimos dados do governo paulista, os casos passaram de uma média diária de 12.573 novos casos para 12.887 na semana passada — um crescimento de 2,5% que ainda não era esperado por técnicos da Saúde.

Leia também

As internações estão em estabilidade e as mortes ainda estão em queda. Ao Uol, um membro do Centro de Contingência que não quis se identificar negou a possibilidade de flexibilização.

“Flexibilizar jamais. Mais do que está agora, não dá. Por enquanto, o toque de recolher [até 20h] tem sido importante e a ocupação máxima [de 25%] também seria, se respeitassem. Muitos lugares não respeitam, se flexibilizar mais, aí é que não vão [respeitar] mesmo”, declarou.

Por outro lado, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), levantou a possibilidade de haver, sim, uma nova flexibilização. “Estamos otimistas com relação à evolução do processo. Evolução positiva do Plano SP migrando talvez para uma fase menos restritiva, mas só teremos a confirmação definitiva de fato na sexta-feira”, disse o tucano durante entrevista coletiva na última quarta-feira (5).

Fase de Transição

A Fase de Transição do Plano SP, entre as fases vermelha e laranja, está em vigor até 9 de maio. Está permitido o funcionamento de:

  • Cultos, missas e outras atividades religiosas

  • Shoppings

  • Lojas de rua

  • Restaurantes e similares

  • Salões de beleza

  • Barbearias

  • Atividades culturais

  • Academias

As atividades podem funcionar das 11h às 19h e o toque de recolher, das 20h às 5h, está mantido. As academias, porém, funcionarão em dois horários: das 7h às 11h e das 15h às 19h. Todos os espaços deverão respeitos o aforo máximo de 25% de ocupação. O teletrabalho continua sendo recomendado para as atividades administrativas não essenciais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos