Centro de estudos tradicional é fechado em Moscou

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Centro Carnegie de Moscou, que há 28 anos é um dos principais think tanks da Rússia, anunciou nesta terça (19) que está fechado desde a semana passada por ordem do governo.

O anúncio, feito pela matriz do centro em Washington nas redes sociais, tomou a comunidade acadêmica de surpresa, já que o Carnegie vinha escapando sistematicamente da repressão a ONGs, jornalistas e ativistas no país. O fechamento se deu por "irregularidades não detalhadas".

Seu diretor em Moscou, Dmitri Trenin, não comentou o caso. Procurado, um dos seus sete analistas sêniores, Andrei Kolesnikov, disse que permaneceria trabalhando na Rússia.

Segundo o jornal The Moscow Times, por sua vez com o site em russo bloqueado sob acusação de distribuir notícias falsas sobre a Guerra da Ucrânia, pesquisadores associados não foram informados do caso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos