CEO da Volkswagen vê necessidade de melhor cultura de software

·1 min de leitura
Presidente-executivo da Volkswagen, Herbert Diess, em Munique, Alemanha

Por Christoph Steitz

MUNIQUE (Reuters) - O presidente-executivo da Volkswagen, Herbert Diess, disse nesta segunda-feira que a maior montadora da Europa ainda tem muito trabalho para se tornar uma fabricante de software automotivo, um objetivo fundamental de sua estratégia para transformar a empresa.

A Volkswagen reuniu todos os seus esforços de software em uma unidade, a Cariad, na esperança de poder desafiar a Tesla e a Alphabet em um campo em que tradicionalmente não atua.

"Precisamos de mais cultura de software, não queremos criar outra entidade automotiva", disse Diess nesta segunda-feira no Salão Automóvel IAA de Munique.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos