CEO diz que Uber vai aceitar pagamento em bitcoin no futuro

·2 min de leitura
CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, disse que os funcionários da empresa estão falando “o tempo todo” sobre quando aceitar bitcoin (Getty Images)
CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, disse que os funcionários da empresa estão falando “o tempo todo” sobre quando aceitar bitcoin (Getty Images)
  • Críticos expressaram preocupação com a volatilidade das criptomoedas

  • Tesla começou a aceitar o token de meme criptográfico Dogecoin para algumas mercadorias

  • Microsoft começou a aceitar bitcoin como forma de pagamento em sua loja online em 2014

Os clientes da Uber eventualmente poderão usar bitcoin para pagar suas viagens, de acordo com o chefe do aplicativo de carona - embora a empresa esteja esperando algumas melhorias antes de dar a 'luz verde'. O CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, disse que a empresa está “conversando o tempo todo” sobre se deve começar a aceitar criptomoedas como forma de pagamento.

“O Uber vai aceitar criptomoedas no futuro? Absolutamente, em algum momento”, disse em entrevista à Bloomberg. O executivo citou alguns obstáculos importantes que impediram a empresa de entrar no movimento das criptomoedas até o momento. Ele apontou o impacto ambiental da mineração de criptos - que requer uma enorme quantidade de eletricidade - bem como os altos custos para trocas envolvendo ativos digitais. Diante disso, Khosrowshahi diz que ainda “não é o ponto certo” para a Uber se envolver.

Leia também:

Alta volatilidade é uma das barreiras

“À medida que o mecanismo de troca se torna menos caro, se torna mais ecológico, acho que você nos verá nos inclinando um pouco mais para as criptomoedas”, acrescentou. Os críticos expressaram preocupação com a volatilidade das criptomoedas ao considerar os ativos digitais como forma de pagamento. O preço do bitcoin era de US$ 42.628 na tarde da última sexta-feira (11), consideravelmente abaixo de sua alta histórica de US$ 69 mil em novembro de 2021. As principais empresas demoraram a aceitar moedas digitais durante transações, embora o impulso para tal tenha crescido nos últimos anos.

Algumas empresas já acetam moeda digital

Em janeiro, a Tesla começou a aceitar o token de meme criptográfico Dogecoin para algumas mercadorias em sua loja online. Elon Musk, o fundador da empresa, é um defensor de longa data do bitcoin, Dogecoin e outras criptomoedas - sendo que Musk também incentivou outras empresas a seguirem sua liderança. No mês passado, o bilionário disse que concordaria em comer um McLanche Feliz na televisão se o gigante do fast-food McDonald’s começasse a aceitar o Dogecoin. A Microsoft, por exemplo, começou a aceitar bitcoin como forma de pagamento em sua loja online em 2014.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos