CEO do Twitter demite executivos do alto escalão

CEO do Twitter, Parag Agrawal, emitiu um memorando para toda empresa comentando as mudança (Photo illustration by Chesnot/Getty Images)
CEO do Twitter, Parag Agrawal, emitiu um memorando para toda empresa comentando as mudança (Photo illustration by Chesnot/Getty Images)
  • CEO da empresa, Parag Agrawal, emitiu um memorando para toda empresa comentando as mudanças;

  • "Não estamos planejando demissões em toda a empresa", disse o diretor-executivo do Twitter;

  • Kayvon Beykpour e Bruce Falck serão substituídos por Jay Sullivan.

O Twitter está fazendo mudanças no seu mais alto escalão. Nesta quinta-feira (12) o chefe da divisão de produtos da empresa, Kayvon Beykpour, anunciou através de sua conta na rede social que o atual CEO Parag Agrawal “me pediu para sair depois de me informar que ele quer levar a equipe em uma direção diferente”.

Já o gerente geral de receita e chefe da divisão de produtos comerciais, Bruce Falck, também confirmou em um tuíte (agora excluído) que também foi demitido por Agrawal. Para substituir os dois executivos, Agrawal convocou o antigo vice-presidente de produtos comerciais Jay Sullivan. Essas mudanças estão ocorrendo ao mesmo tempo em que Elon Musk avança com sua compra de US$ 44 bilhões do Twitter, embora ele ainda não tenha assumido a propriedade da empresa.

Em um memorando obtido pelo portal de notícias The Verge, especializado em tecnologia, o atual diretor executivo do Twitter, Parag Agrawal afirmou que as alterações na estrutura da empresa foram causadas principalmente pela empresa não atingir os objetivos postos a ela em sua caminhada para "entregar grande crescimento em audiência e receita", prometida no início da pandemia em 2020.

"Além disso estamos no meio de uma aquisição e ainda não sabemos quando ela será concluída. Para gerenciar a organização com responsabilidade à medida que aprimoramos nossos roteiros e nosso trabalho, precisamos continuar sendo intencionais sobre nossas equipes, contratações e custos", afirmou Agrawal.

Em seu memorando, o CEO também afirmou que está paralisando as contratações "exceto para funções críticas de negócios", e assegurou seus funcionários de que "não estamos planejando demissões em toda a empresa, mas os líderes continuarão fazendo mudanças em suas organizações para melhorar a eficiência conforme necessário".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos