CEO do Twitter diz que, se pudesse, largaria a rede social para se dedicar ao bitcoin, que 'mudou tudo'

·1 minuto de leitura

SÃO FRANCISCO E MIAMI - Se não estivesse à frente do Twitter e do Square, Jack Dorsey estaria dedicando sua vida ao bitcoin e outras criptmoedas. Foi o que afirmou o CEO da rede social na Conferência Bitcoin 2021 em Miami, neste fim de semana.

— O bitcoin muda absolutamente tudo. Não acho que haja nada mais importante na minha vida em que trabalhar atualmente — sentenciou Dorsey.

E continuou:

— Se eu não estivesse no Square ou no Twitter, estaria trabalhando no bitcoin. Se [a criptomoeda] precisasse de mais ajuda do que o Square ou o Twitter, eu os deixaria pelo o bitcoin.

Para o executivo, as criptomoedas têm uma característica mais democrática que o dinheiro tradicional, sendo mais inclusivas e capazes de contemplar setores mais carentes da sociedade. Também seriam uma alternativa à depreciação monetária e poderiam agilizar transações internacionais de dinheiro.

— Não acho que haja algo com mais poder de capacitar as pessoas ao redor do mundo — disse Dorsey.

Não por acaso, ele e o rapper Jay-Z fecharam em fevereiro uma parceria para uma nova doação de bitcoins, que terá como foco o desenvolvimento da criptomoeda na Índia e na África.

Chamada de "₿trust", a iniciativa foi financiada com um investimento inicial de 500 bitcoins, no valor de aproximadamente US$ 23,6 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos