Cerca de 2 mil pessoas deixam suas casas devido a incêndio na Espanha

Cerca de 2 mil pessoas precisaram deixar suas casas na noite desta quarta-feira devido a um grande incêndio na província de Málaga, no sul da Espanha. O incêndio começou no período da tarde em Sierra Bermeja, na região sul da Andaluzia, pouco antes do início da onda de calor prevista para estes dias, que pode deixar picos superiores a 40 graus naquela área.

No Canadá: Após três meses em coma, mulher descobre que noivo não a visitou no hospital e arranjou nova namorada

Mais de uma hora e meia: Passageira tetraplégica é esquecida em avião em Londres

Bilhete perguntava se criança precisava de ajuda: Justiça condena padrasto de menino que sofreu abuso e foi salvo por garçonete brasileira nos EUA

Segundo as autoridades andaluzas, cerca de 500 bombeiros e membros da Unidade Militar de Emergência (UME) foram mobilizados para apagar o fogo, descrito como poderoso e "complicado" de gerir devido ao vento e à complexidade do terreno de "difícil acesso", indicaram.

James Webb: Telescópio da Nasa é atingido por meteorito e será ajustado

De acordo com os serviços de resgate, "2 mil pessoas foram evacuadas" como resultado do incêndio. Três bombeiros ficaram feridos nas tarefas de extinção, um deles com queimaduras graves, sendo transferido para o hospital de Málaga.

"Noite difícil em Sierra Bermeja", escreveu no Twitter o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, agradecendo o trabalho dos serviços de emergência e mostrando seu "apoio e solidariedade aos vizinhos afetados".

La Luz del Mundo: Líder de megaigreja mexicana é condenado a 16 anos de prisão por abusar de menores

Em setembro de 2021, quando houve outro episódio em que as chamas se alastraram na zona da Sierra Bermeja, no interior de Málaga, cerca de 10 mil hectares foram devastados e um bombeiro de 44 anos morreu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos