Cerca de 40 pessoas contraem Covid-19 em missa na Alemanha

O Globo e agências internacionais

FRANKFURT - Cerca de quarenta pessoas contraíram o novo coronavírus depois de participarem de uma missa no início de maio em Frankfurt, na Alemanha, segundo informações de jornais locais. Seis dessas pessoas foram hospitalizadas, de acordo com a agência de notícias DPA, que cita as autoridades locais de saúde. Este serviço religioso foi celebrado em uma igreja protestante em 10 de maio, alguns dias após a reabertura dos locais de culto na Alemanha, observa o jornal local Frankfurter Rundschau. No cantão de Main-Kinzig-Kreis, nos subúrbios da cidade, as autoridades locais anunciaram na sexta-feira que 16 pessoas que participaram de um "evento em Frankfurt" foram infectadas.

Graças a uma forte desaceleração da epidemia, a Alemanha diminuiu as restrições contra a pandemia no início de maio. Mas o medo de uma segunda onda ainda está presente neste país, relativamente menos afetado do que alguns de seus vizinhos europeus. Neste sábado, as autoridades do estado da Baixa Saxônia, no norte, anunciaram que sete pessoas foram infectadas em um restaurante na cidade de Leer. No total, cerca de 50 pessoas tiveram que ser colocadas em quarentena. Até agora, a Alemanha registra neste sábado 177.850 casos do novo coronavírus e 8.216 mortes, segundo o Instituto Robert Koch, responsável pelas estatísticas sobre a pandemia no país