Cervejarias e destilarias substituem produção de bebidas alcoólicas por antissépticos para as mãos

LONDRES — A pandemia de coronavírus acabou com os estoques de álcool em gel na Europa, e os fabricantes não conseguem atender à demanda. Para minimizar o problema, algumas empresas do setor de bebidas, que também lidam com álcool, estão substituindo a produção de cervejas, gins e outros destilados por antissépticos para as mãos.

De acordo com a CNN, a cervejaria BrewDog e as destilarias Leith Gin, Verdant Spirits e Pernod Ricard anunciaram mudanças temporárias em suas linhas de produção ou doações de matérias-primas para ajudar órgãos de saúde pública no continente, que sofre com o desabastecimento do produto, e o público em geral.

A Pernod Richard criou parceria com o Laboratório Cooper, fornecedor de todas as farmácias na França, para a doação de 70 mil litros de álcool puro. Com o material, o laboratório francês poderá produzir 1,8 milhão de embalagens individuais de antissépticos para as mãos, que serão doados para instituições de saúde.

Na Suécia, a destilaria da vodka Absolut — do grupo Pernod Richard — ofereceu grande quantidade de álcool para a produção de antissépticos. Na Espanha e na Irlanda, a empresa colocou suas instalações e seu pessoal à disposição das autoridades. Nos EUA, uma fábrica e quatro destilarias estão produzindo desinfetantes para as mãos a pedido do governo.

Companhias devem contribuir com os esforços coletivos

“Com o mundo enfrentando uma grande pandemia, as companhias devem se mobilizar, não apenas para garantir a segurança de seus funcionários, mas para contribuir para os esforços coletivos de acordo com suas capacidades”, afirmou o presidente da Pernod Ricard, Alexandre Ricard, em comunicado.

A cervejaria BrewDog anunciou que suas instalações na Escócia estão começando a produzir antissépticos para as mãos, que serão distribuídos gratuitamente “para aqueles que precisam”, afirmou o dono da cervejaria, James Watt, em seu perfil no Twitter. A Leith Gin informou a suspensão da produção de bebidas alcoólicas para atender às necessidades da comunidade local por desinfetantes.

A Verdant Spirits foi contatada pelo Serviço Nacional de Saúde britânico para a substituição temporária da produção, e aceitou o chamado. Para bancar a operação, a destilaria que produz gin premiado na Escócia lançou campanha de financiamento coletivo.

“Nós somos um pequeno negócio familiar com uma equipe de duas pessoas (pai e filha) e queremos produzir 400 litros de antissépticos, o que é o máximo que podemos já que alguns ingredientes estão sendo racionados pelos fornecedores”, diz a empresa, no site de financiamento coletivo. “Nós precisamos de 2.500 libras para tirar o projeto do papel e fazer os primeiros 100 litros, mas não queremos parar por aí. Quanto mais dinheiro conseguirmos levantar, mais antissépticos poderemos produzir para aqueles que necessitam”.