Cervejeira Estrella Galicia abrirá fábrica em São Paulo

·1 min de leitura
Cerveja Estrella Galicia
Novidade foi anunciada junto ao governador João Doria, que apontou a geração de 400 empregos diretos graças à fábrica

(Getty Images)

  • Cervejeira Estrella Galicia abrirá uma fábrica em Araraquara (SP) em 2023

  • Esta é a primeira unidade da empresa fora da Espanha

  • Investimento estimado é de R$ 1,8 bilhão

A cervejeira Estrella Galicia escolheu São Paulo para instalar sua primeira fábrica fora da Espanha. A cidade de Araraquara, no interior do estado, será a responsável por receber a unidade, que contará com um investimento de R$ 1,8 bilhão.

"Serão gerados 400 novos empregos diretos nesta fábrica que entra em operação ao final de 2023. A Estrella Galicia é o segundo maior grupo de cervejaria da Espanha, um dos maiores grupos cervejeiros do mundo e é a marca de cerveja mais vendida na Espanha”, disse o governador João Doria, em coletiva de imprensa para anunciar a novidade.

Leia também:

O investimento deve ser dividido em duas fases, com R$ 900 milhões cada. Com forte preocupação com a sustentabilidade, a fábrica está sendo planejada com as mesmas tecnologias que permitiram que as principais instalações da Estrella Galicia zerassem as emissões de carbono no começo deste ano.

“Estou muito feliz por darmos esse passo tão importante para nossa empresa, aquela que será nossa segunda fábrica no mundo, no Brasil. É sem dúvida um sonho e esperamos que, juntos, façamos ele se tornar realidade em 2023”, declarou o CEO Global da companhia, Ignacio Rivera.

Desde 2011, a Estrella Galicia comercializa seus produtos no Brasil. Atualmente, o volume de vendas no país é de 160 mil hectolitros por ano, mas quando a fábrica estiver completamente pronta, a capacidade de produção será de 3 milhões de hectolitros anuais. As informações são da Exame.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos