CES 2020: No mundo conectado, soluções para vinhos, pescaria, gatos e até jardim

Bruno Rosa
1 / 3

Cubocrianca.jpg

CES começa na terça-feira em Las Vegas. Em 2019 (na foto), foram mais de 4 mil empresas

LAS VEGAS - A tal casa conectada vai além de eletrodomésticos conectados. Para atrair novos consumidores, indústrias de diferentes segmentos começam a revelar nesta segunda-feira suas novidades durante a maior feira de eletroeletrônicos do mundo, a CES, que começa terça-feira e vai até sexta-feira em Las Vegas, nos Estados Unidos.

E haja opções. Na edição deste ano, companhias estão levando a inteligência artificial, aprendizado de máquina e assistentes virtuais como os do Google e da Amazon a uma lista extensa de produtos.

Há soluções para ajudar na pescaria, na hora de apreciar um vinho e ainda acompanhar a saúde dos gatos. E até a duração da bateria não é mais um problema. Há um sistema que consegue carregar os aparelhos sem fio a dez metros de distância.

Muitas dessas inovações parecem já estar ganhando espaço. Estudo da consultoria iPropertyManagement revela que em três anos dobrou a quantidade de dispositivos conectados nos lares em todo o mundo. Atualmente, já são em média seis produtos. Nos próximos cinco anos, a expectativa é que esse número aumente em três vezes, pelo menos. Na edição da CES deste ano serão mais de 4.500 empresas de 160 países anunciando suas novas apostas. Veja algumas das principais inovações:

Carregamento sem fio

Já pensou carregar um celular ou uma lâmpada com um carregador escondido no canto da sala? Essa é a proposta do Wi-Charge, um produto que usa o wi-fi para permitir a recarga de diversos produtos. O equipamento, que pode ser conectado em uma tomada ou em uma lâmpada e permite o carregamento de diversos equipamentos distantes até 10 metros.

Exoesqueleto digital

Se você se machucou e precisa de uma ajuda para andar em casa, que tal um exoesqueleto digital? A Samsung, que na última edição apresentou modelos para quadris, joelhos e tornozelos, apresenta ao longo da semana novos protótipos para ajudar a mobilidade das pessoas em outras partes do corpo.

Medição para gatos

O iKuddle, que desenvolve produtos inteligentes para gatos, está lançando uma caixa de areia que permite controlar a saúde do seu animal de estimação. Com softwares, o equipamento permite ajustar as porções de ração e a hidratação necessária para os felinos.

Vinho via aplicativo

Os vinhos também se renderam à era da Internet das Coisas. A Albicchiere desenvolveu uma garrafa térmica com tecnologia que permite manter a temperatura e o gosto intactos por até seis meses. A garrafa é conectada aos assistentes virtuais e são controlados e monitorados por aplicativo no celular.

Pescaria com câmera

Já imaginou pescar de forma inteligente? A Global Secure Cloud está lançando a ioTrapster. O produto vem com uma câmera embutida na armadilha com sistema de localização via GPS. Através do aplicativo no celular, o usuário recebe uma mensagem assim que o peixe entra na armadinha.

Jardim conectado

A Connected Garden criou o Archie, um jardineiro digital. Trata-se de um aplicativo e sensores instalados no jardim que ajudam a escolher as plantas ideais para o jardim. Com base no clima e em outras características do local, o app indica as opções para afastar mosquitos, por exemplo. Há ainda sistema de realidade aumentada para ajudar a cuidar de plantas.

*O repórter viajou à convite da Samsung