Chávez celebra 54º aniversário da revolução cubana 'unido mais do que nunca' à ilha

O presidente venezuelano, Hugo Chávez

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, hospitalizado em Havana depois de uma cirurgia para curar um câncer, comemorou nesta terça-feira (1º de janeiro) o 54º aniversário da revolução cubana.

Em uma mensagem de felicitação divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores, Chávez ressalta que "as circunstâncias da luta pela vida uniram mais do que nunca" aos dois governos".

"Neste 1º de janeiro tão especial, quando as circunstâncias da luta pela vida se uniram mais do que nunca para as revoluções cubana e bolivariana, os povos de Venezuela e Cuba estão em comunhão para celebrar nossa solidariedade fraterna", diz a declaração.

"Saiba a Revolução Cubana que pode contar com a Revolução Bolivariana para corresponder com todo o amor e solidariedade que tem concedido ao nosso povo, em sua luta por ser cada vez mais livre e soberana", continua o texto.

No aniversário da Revolução, Chávez "felicitou" o seu homólogo cubano, Raul Castro, que junto com seu irmão Fidel se manteve próximo ao presidente durante sua hospitalização em Havana.

Chávez, de 58 anos, passou por uma cirurgia em 11 de dezembro pela quarta vez, contra um câncer detectado em 2011 e sua saúde piorou nos últimos dias por "complicações novos" decorrentes de uma infecção respiratória.

Os rumores sobre a suposta morte do presidente proliferaram nas redes sociais, na véspera do novo ano na Venezuela, mas seu filho e ministro da Ciência e Tecnologia, Jorge Arreaza, afirmou pelo Twitter que Chávez passou o dia "tranquilo e estável" junto a seus filhos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos