Chacina no DF: Corpos em cisterna são de marido e sogra de cabeleireira

Ao todo, dez corpos já foram localizados e sete identificados. Vítimas são membros de uma mesma família que sumiu no DF

Chacina no DF: Primeiros corpos são de mãe e quatro crianças que foram encontrados carbonizados em carro. (Divulgação/Polícia Militar)
Chacina no DF: Primeiros corpos são de mãe e quatro crianças que foram encontrados carbonizados em carro. (Divulgação/Polícia Militar)

- Chacina no DF: Polícia identificou dois dos três cadáveres encontrados em cisterna;

- Ao todo, já foram confirmadas sete vítimas de chacina envolvendo membros da mesma família;

- Dez estão desaparecidos e o mesmo número de corpos já foi encontrado.

A Polícia Civil identificou mais dois corpos de vítimas da chacina que matou uma família no Distrito Federal. Os cadáveres encontrados nesta segunda-feira (23), em uma cisterna, são de Thiago Gabriel Belchior, marido da cabeleireira Elizamar Silva, uma das primeiras desaparecidas, e de Cláudia Regina Marques Oliveira, ex-esposa do pai de Thiago, que também foi encontrado morto.

Um terceiro cadáver foi encontrado nesta segunda, no mesmo local dos dois identificados, mas ainda passa por perícia. Segundo informações do portal G1, a polícia acredita que seja Ana Beatriz Marques de Oliveira, filha de Cláudia e Marcos Antônio, pai de Thiago e sogro de Elizamar.

As vítimas foram localizadas dentro de uma cisterna distante cerca de cinco quilômetros da casa onde Renata e Gabriela (mãe e irmã de Thiago) teriam sido mantidas em cárcere privado antes de também serem mortas.

Ao todo, 10 corpos já foram encontrados e sete foram identificados. Quatro cadáveres carbonizados são de Elizamar e dos três filhos pequenos. A quinta vítima confirmada é Marcos Antônio.

Confira a lista das vítimas confirmadas:

  • Elizamar da Silva: cabeleireira, encontrada morta;

  • Rafael da Silva: filho de Elizamar e Thiago, encontrado morto;

  • Rafaela da Silva: filha de Elizamar e Thiago, encontrada morta;

  • Gabriel da Silva: filho de Elizamar e Thiago, encontrado morto;

  • Marcos Antônio Lopes de Oliveira: pai de Thiago e sogro de Elizamar, encontrado morto;

  • Thiago Gabriel Belchior, de 30 anos, marido de Elizamar Silva;

  • Claudia Regina Marques de Oliveira, ex-mulher de Marcos Antônio Lopes de Oliveira, pai de Thiago;

Ainda aguardam confirmação de identidade dois corpos encontrados também carbonizados em um carro em Unaí (MG). Segundo a polícia, ambos são de mulheres, que correspondem a:

  • Renata Juliene Belchior: mãe de Thiago e sogra de Elizamar;

  • Gabriela Belchior: irmã de Thiago e cunhada de Elizamar.

Três suspeitos de envolvimento no crime já foram presos. Inicialmente, eles disseram à polícia que o crime teria sido encomendado por Thiago e Marcos Antônio. Todavia, depois foi confirmado que eles também foram vítimas da chacina.

Relembre

O caso teve início após o desaparecimento da cabeleireira Elizamar da Silva, de 39 anos, e os três filhos pequenos, em 12 de janeiro. No dia seguinte, o veículo dela foi encontrado com os quatro corpos queimados dentro, perto de Cristalina (GO), no Entorno do DF.

O marido dela, Thiago Belchior, também havia desaparecido.

Dias depois, outro veículo pertencente a família apareceu incendiado com dois corpos dentro. Além disso, outros parentes desapareceram.

Ao todo, são dez desaparecidos, o mesmo número de corpos já localizados.